Amazonas Política

Programa de Aposentadoria é lançado pelo TCE-Am para todo o Estado

Solenidade de lançamento do programa para o Am/Foto: Edmilsom Pereira
Redação
Escrito por Redação

Com a presença de mais de 150 servidores públicos, em fase de pré-aposentadoria de vários órgãos da administração pública do Estado e do município, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) deu início, na manhã de hoje (13), à maratona de oficinas, seminários, palestras e cursos do Programa de Preparação para Aposentadoria “Eterno Aprendiz”, para o ano de 2016, com uma solenidade transmitida, ao vivo, para todo o interior, através do Centro de Mídias da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).
Criado pelo Departamento de Gestão de Pessoas (Degesp) do TCE, há 5 anos, e já inserido na administração do Estado do Amazonas, e do município de Manaus como política pública, “o Eterno Aprendiz” proporciona aos servidores pré-aposentados uma programação voltada aos aspectos emocional e social, englobando as abordagens cidadania, desenvolvimento e plano de futuro, visando uma boa perspectiva ao servidor para a nova fase da vida.

Com a parceria de órgãos dos Executivos municipal e estadual e também da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae-AM), além da Seduc e da Secretaria de Estado de Administração (Sead), o Eterno Aprendiz será desenvolvido ao longo dos próximos seis meses.

Nos encontros com os servidores devidamente inscritos, que contarão, também, com a colaboração AmazonPrev e ManausPrev,  serão abordados diversos aspectos no âmbito emocional, social, organizacional, saúde e cidadania. Entre os módulos previstos estão  “Neuropsicologia do Envelhecimento”, “Orientações sobre leis previdenciárias”, “O idoso e a resignificação do laser”, “A inclusão social do idoso”, “Como lidar com os transtornos emocionais do idoso”, dentre outros.

Ao falar na abertura da solenidade e relembrar que caberá ao TCE homologar as futuras aposentadorias, o presidente do TCE, conselheiro Ari Moutinho Júnior, destacou a importância dos servidores que estão em fase pré-aposentadoria e destacou que o crescimento do Amazonas se deve ao empenho e a dedicação deles. “Esta Corte de Contas reconhece que o Estado chegou aonde chegou graças ao empenho, ao esforço, à dedicação e, acima de tudo, à competência dos senhores e senhoras aqui presentes, que fizeram com que, nas diversas funções, nas quais labutaram ao longo de diversos anos, o Estado ficasse cada vez mais forte. O PPA tem todo o apoio do TCE e de seu colegiado, porque entendemos que é um modo de acolhê-los nesta nova fase da vida”, disse.

Presente na abertura do PPA 2016, por mais um ano, o diretor-geral da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI/UEA), doutor Euler Ribeiro, elogiou o programa criado pelo TCE e parabenizou a Corte de Contas pela preocupação em ajudar os servidores a ingressarem na nova vida da melhor maneira possível, entendendo que a aposentadoria não é o fim da vida. “Tudo na vida tem fases. Você nasce, cresce, estuda, forma, arranja emprego, trabalha, constrói e um dia, chega o dia que burocraticamente você tem que se aposentar. Mas a aposentadoria não é o fim. Nós temos de nos preparar para esse momento que a lei exige, mas não se pode parar. Quando você para, você regride.  E Esse preparo tem de ser um estímulo, para que as pessoas permaneçam produzindo”, comentou.

Ao participar do lançamento da nova etapa de ações do programa, a secretária de Estado de Educação Adjunta da Capital, Nazaré Sales Vicentim, enalteceu a iniciativa do TCE-AM e frisou que as atividades são de extrema importância para a formação, esclarecimento e instrução das pessoas pré-aposentadas ou em processo de aposentadoria. “São informações úteis e pertinentes para a instrução dos servidores que estão prestes a se aposentar ou pré-aposentados. O Governo do Estado, como em anos anterior, fará questão de colaborar com esta nova etapa do programa”, disse, ao revelar que a Seduc tem estimulados os seus servidores a participarem do Eterno Aprendiz.

Na palestra de abertura do PPA, a médica Raquel Braga falou aos aposentados presentes, de maneira clara e precisa, sobre a “Sexualidade no entardecer da Vida”.

Como em edições anteriores, o governo do Estado por meio da Seduc, transmitiu, via Centro de Mídiais de Educação, as atividades de formação do programa, via satélite, para todos os 61 municípios do Amazonas, possibilitando o acesso aos conteúdos, inclusive, a moradores que residem em comunidades rurais.

Além do conselheiro-presidente do TCE, Ari Moutinho Júnior, participaram da solenidade a conselheira e vice-presidente do TCE, Yara Lins dos Santos, e o procurador-geral do MPC, Roberto Krichanã. O Coral do TCE fez uma apresentação com quatro execuções, entre elas com o Hino Nacional, para os participantes da abertura do PPA.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.