Amazonas Cidades

Programa ‘Viver Melhor’, em Presidente Figueiredo, recebe obras de readequação

Casas adaptadas, em Manaus/Foto: Arquivo
Casas adaptadas, em Manaus/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

O município de Presidente Figueiredo, também,  está implementando o programa “Viver Melhor”, e, através um convênio com a prefeitura local, a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), está realizando obras de adequação e melhorias em 37 residências na cidade, sendo 18 na zona urbana e o restante na zona rural. O valor do convênio é de R$ 370 mil.
Desde sua implantação, em 2011, 1.039 residências, em todo o Estado (339 residências no interior e 700 casas em Manaus), receberam o programa, que tem como objetivo reformar moradias de pessoas com deficiência, na capital e no interior, visando a melhoria dos espaços, por meio da execução de obras e serviços de engenharia e adaptação arquitetônica do imóvel. Atualmente estão em andamento nos municípios do Estado, 375 obras.

A distribuição de materiais e equipamentos para facilitar o dia a dia e o bem-estar dessas pessoas, assim como sessões de fisioterapia também estão entre os benefícios oferecidos pelo programa.

“O programa é um trabalho com bastante significado ao Governo do Estado, pois tem como objetivo melhorar a vida de pessoas com dificuldade de locomoção, adaptando suas casas para facilitar a mobilidade e acessibilidade. É um orgulho atendermos o cidadão que precisa”, concluiu a secretária de Estado de Infraestrutura,Waldívia Alencar.

Também  estão sendo beneficiados com o programa, pessoas com dificuldades de locomoção em Manicoré, Nova Olinda do Norte, Parintins, Caapiranga, Canutama, Envira, Itamarati, Juruá, Manacapuru, Maraã, Novo Airão, Rio Preto da Eva, Manaquiri, Urucurituba e Iranduba.

O “Viver Melhor”  é um programa realizado em conjunto entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas),Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped) e Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.