Amazonas Cultura

Projeto ´Orquestra de Violões e Amigos´ valoriza os talentos locais

Professor Luciano, o violão e os amigos/Foto: Divulgação
Professor Luciano, o violão e os amigos/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Professor Luciano, o violão e os amigos/Foto: Divulgação

                                 Professor Luciano, o violão e os amigos/Foto: Divulgação

Um projeto que iniciou, em 2010, já se tornou sucesso de público, o “Orquestra de Violões e Amigos” retorna ao palco do Teatro Amazonas, na terça-feira (19), às 20h00, com entrada franca, com o objetivo de valorizar os artistas da região e, assim, projetar, ainda mais, a cultura Amazônica.
Canções com temáticas amazônicas, que tratam do cotidiano da cidade de Manaus, da Floresta, dos rios, do caboclo, do ribeirinho, das tradições culturais como comidas, danças e folclore fazem parte do repertório dos artistas que participam do projeto, dentre eles, Márcia Siqueira, David Assayag, Arlindo Júnior, Nicolas Júnior, Emerson Maia, Nelson Caiado e Márcio Carvalho. As edições até aqui apresentadas foram de grande sucesso, com casa cheia em todas as apresentações.

Para o concerto do dia 19, o artista convidado será o entusiasta do violão, professor Luciano Souto, que tem contribuído com o ensino do violão e da viola no Amazonas, com ênfase nas composições de época, que apresentam reflexos positivos na música contemporânea.

No repertório, “Concerto em Sol Maior para dois Bandolins e Orquestra, RV 532 (I – Allegro, II – Andante e III – Allegro)”, de Antonio Vivaldi, com  os solistas Luciano Souto, n a viola de arame, e Benjamin Prestes, na guitarra barroca, “Cumbées”, de Santiago de Múrcia (1726), “Canários”,  de Gaspar Sanz (1674), dentre outras composições.

A Orquestra de Violões do Amazonas faz parte dos Corpos Artísticos do Amazonas e, neste ano, completou 16 anos de existência, com a importante missão de divulgar um dos instrumentos mais populares do mundo, o violão, e mostrar ao público a ampla gama de possibilidades oferecida pelo instrumento, junto aos seus talentosos violonistas, sob a regência do maestro e professor, Davi Nunes.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.