Amazonas Cidades

Quadrilha que assaltou distribuidora matando dois funcionários, está presa

Integrantes da quadrilha que assaltou distribuidora/Foto: Sérgio Augusto
Redação
Escrito por Redação

A Delegacia Especializada em Roubos Furtos e Defraudações (Derfd), anunciou na manhã de hoje, segunda-feira (25),  prisão de cinco homens envolvidos no latrocínio contra uma distribuidora, situada no bairro Alvorada, na zona Centro-Oeste de Manaus, ocasião em que, dois funcionários foram mortos pelo grupo que, na noite do último dia 7, invadiu a distribuidora para roubar.
Os cinco envolvidos no latrocínio foram identificados pelos nomes seguintes: Said da Costa Lima, de 35, Vagner Gomes Salvati, de 24, Lucas Lima Vieira, e Aydilson Pires de Lira, ambos de 26 anos, e Daniel de Souza Figueira, 19.

Segundo o delegado titular da Derfd, Adriano Felix, desde o dia do crime, a especializada realiza um minucioso procedimento investigativo para desvendar e prender todos os envolvidos no crime.

“Na ocasião do delito, a empresa efetuava o pagamento dos trabalhadores, quando quatro indivíduos armados invadiram a empresa e abordaram os funcionários, enquanto o restante da quadrilha ficou dando apoio com duas motos e um carro do lado de fora do estabelecimento”, explicou o delegado.

Conforme a autoridade policial, um dos funcionários da distribuidora teria passado informações privilegiadas aos cinco autores. “O funcionário já foi identificado e relata que possuía uma dívida com um dos envolvidos, alegando que, sob ameaça dele, passou as informações que tinha”, explicou.

Ainda de acordo com a autoridade policial, com a quadrilha foi encontrada uma placa OAH-3440 com restrição de furto, uma moto modelo Yamaha Crosser 150, cor branca e placas QDD-3592, e outra motocicleta, marca Honda CG 150 Fan, de cor vermelha e placas OAF-5412, além de um carro modelo corsa, cor preta e placas CVC-0849.

Todos os cinco autores foram autuados por latrocínio, associação criminosa e roubo. Após os procedimentos legais na delegacia, eles serão conduzidos à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.