Amazonas Esportes

Recuperação é a palavra de ordem para Vasco e São Paulo, em Brasília (Atualizada)

O duelo pela recuperação, entre Vasco e São Paulo/Foto: Divulgação
O duelo pela recuperação, entre Vasco e São Paulo/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Recuperação. Esse é o objetivo de Vasco e São Paulo que se enfrentam hoje, quarta-feira, às 22h00 (de Brasília), no Estádio Nacional Mané Garrincha, na Capital Federal, principalmente dos vascaínos. Se o time paulista não vence há quatro rodadas e caiu da liderança para a oitava posição nesse período, em que a pressão sobre o trabalho do técnico Juan Carlos Osorio aumentou, o time carioca busca sair da incômoda zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Vasco ocupa uma das últimas posições da tabela há oito rodadas.
Campeão carioca, o Vasco experimenta nova formação do meio de campo, contando com a estreia de Andrezinho. Ele terá a responsabilidade de armar as jogadas no time de Celso Roth, que entrará em campo com três volantes. Além dele, duas novidades no banco de reservas que podem entrar durante o jogo: os atacantes Herrera e Eder Luis. Caso vença o São Paulo, o Vasco tem chances de deixar o Z-4. Para isso, o Flamengo não pode vencer o Internacional, no Beira-Rio, e o duelo entre Goiás e Santos precisa acabar empatado.

A fase do São Paulo não é das melhores. Depois de chegar à liderança do Brasileiro, o time acumula quatro jogos sem vencer (duas derrotas e dois empates). Agora, Juan Carlos Osorio encara a partida contra o Vasco como chance de levar a equipe de volta ao seu melhor momento. No último treino antes da partida, o colombiano fechou os portões da atividade para a imprensa e fez mistério sobre a escalação. No entanto, teve conversas individuais com alguns de seus principais jogadores para tentar sair da má fase.

Leandro Pedro Vuaden, do Rio Grande do Sul, apita o jogo, auxiliado por José Javel Silveira, também do Rio Grande do Sul, e Eduardo Gonçalves da Cruz, do Mato Grosso do Sul.

As escalações

Vasco: com duas expulsões diante da Chapecoense na última rodada, Celso Roth vai mexer na equipe. O comandante poderá contar com o zagueiro Rodrigo e com Andrezinho, que desde a estreia vai ter a função praticamente solitária de de armar as jogadas no meio. Ele entra na vaga de Jhon Cley, expulso na última rodada, e Julio César volta para sua posição de origem substituindo Christiano, outro que levou vermelho, na lateral. Thalles deve ganhar a vaga de Gilberto. Desta forma, o time provável deve ser: Charles, Madson, Rodrigo, Anderson Salles e Julio Cesar; Guinazu, Serginho, Lucas e Andrezinho; Riascos e Thalles.

São Paulo: como de costume, Osorio não deu pistas sobre o time que vai mandar a campo para a partida. Em seu único treino com o grupo completo, fechou os portões para a imprensa e não divulgou a provável equipe titular. Na lista de relacionados, surpreendeu ao decidir preservar Luis Fabiano, que sequer viajou para Brasília. Já era certo que os laterais Bruno (com uma entorse no tornozelo esquerdo) e Carlinhos (estiramento na coxa direita) não jogariam. Rodrigo Caio, que retornou ao time no decorrer da partida contra o Fluminense, deve começar o jogo. Assim, a tendência é que o colombiano inicie o duelo com: Rogério Ceni, Thiago Mendes, Rafael Toloi, Lucão e Reinaldo; Rodrigo Caio; Michel Bastos, Hudson e Boschilia; Ganso e Pato.

Outros jogos:

Além de Vasco e São Paulo, em Brasília, Inter e Flamengo, em Porto Alegre, mais oito jogos serão disputados hoje, pela 12a. rodada do Campeonato Brasileiro. Confira:

Às 18h30 – Corinthians x Ponte Preta, no Itaquerão; Goiás x Santos, no Serra Dourada e Chapecoense x Grêmio, em Chapecó.

Às 20h00 – Palmeiras x Avaí, no Alianz, e Figueirense x Joinville, no Orlando Scarpelli.

Às 21h00 – Atlético Minero x Sport, no Independência, em BH.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.