Amazonas Política

Restam três dias para o encerramento das inscrições ao Bolsa Pós-Graduação

Graduados de baixa renda, em Manaus, interessados em cursar especialização, têm menos de três dias para a inscrição no Programa Bolsa Pós-Graduação (PBPG). O prazo limite para participar do certame, que está oferecendo 1.264 bolsas de estudo em cinco Instituições de Ensino Superior (IES) privadas da capital, termina às 23h59 do domingo (13). Até o início da manhã de hoje (11), o Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), já havia registrado a inscrição de quase seis mil candidatos.

“É muito importante que a população de baixa renda, que já tenha formação em nível superior e que deseje dar continuidade à sua formação acadêmica, fique atenta aos prazos. Temos um contingente excelente de inscritos desde a abertura do processo, mas acreditamos que esse número ainda pode crescer, tendo em vista a grande procura por capacitação por parte de diversas camadas da população que deseja ter melhorias em suas vidas profissionais. Só reforçando que o prazo limite para as inscrições termina já no fim da noite deste domingo”, afirma a diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo.

O alto número de inscritos no programa recém-lançado, projetou-se, a partir da abertura do prazo de inscrições, no dia 2 de setembro, quando o número de candidatos superou em 400 registros a quantidade de vagas oferecidas.

O Programa Bolsa Pós-Graduação foi oficialmente lançado no dia 31 de agosto, com a adesão de cinco universidades particulares da cidade que já são parceiras do Município no Programa Bolsa Universidade (PBU).

Do universo de candidatos até agora, cerca de 100 são de Pessoas com Deficiência (PcD). A instituição com o maior número de inscritos, até o momento, é a Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), com 2,1 mil candidatos. A Faculdade Salesiana Dom Bosco é a segunda com o maior número de interessados, com quase 1,6 mil. A terceira IES com o maior número de inscritos é a Universidade Nilton Lins, com quase 1,1 mil estudantes interessados. Completam a lista a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), com mais de 500 inscrições, e Faculdade Martha Falcão, com 421 estudantes inscritos.

Após o fim do prazo de inscrições, a Espi fará, entre os dias 14 e 16, a análise dos dados e divulgará a lista de aprovados no dia 18 de setembro. Estão aptos a concorrer os estudantes de baixa renda da capital que já possuem diploma de nível superior, mas não possuem nenhum tipo de pós-graduação. Além disso, a renda familiar per capita não pode ultrapassar R$ 1.970 – o equivalente a dois salários mínimos e meio.

“Para calcular a renda per capita, o candidato só precisa somar as rendas de todos os moradores da mesma residência, inclusive aqueles que estão sem emprego fixo ou sem nenhum tipo de rendimento, e dividir o resultado pelo número total de residentes”, explica a diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo. “É uma forma de garantir que apenas as pessoas realmente sem condições de cursar uma especialização com seus próprios meios possam ter a chance de obter bolsas de estudo integrais ou parciais”, destaca.

O primeiro edital do Bolsa Pós-Graduação foi publicado na edição de 31 de agosto do Diário Oficial do Município (DOM), a partir da página 12. O documento pode ser acessado e baixado gratuitamente pelo site da Prefeitura.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.