Esportes

Revezamento de tocha paralímpica começa com pouco público

Durante a cerimônia, fazia mais de 30 graus na capital federal/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Durante a cerimônia, fazia mais de 30 graus na capital federal/Foto: Divulgação

Durante a cerimônia, fazia mais de 30 graus na capital federal/Foto: Divulgação

A tocha paralímpica foi acesa nesta quinta (1) em Brasília. Em seguida, deu-se início ao revezamento do símbolo olímpico, que terminará dia 7 de setembro, no Maracanã.

De acordo com o UOL, pouco mais de trinta pessoas participaram do evento. Durante a cerimônia, fazia mais de 30 graus e o pouco público sofreu com o forte calor.

Cláudio Irineu da Silva, campeão parapanamericano de vôlei sentado em 2007 e hoje no tiro com arco, foi o primeiro a carregar a chama, que foi acesa simbolicamente por energia gerada por mensagens eletrônicas enviadas por internautas que usaram a hashtag #ChamaParalímpica.

Assim como a chama olímpica, ela ficará na candelária durante o evento, que termina dia 18 de setembro.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.