Amazônia Rondônia

RO: Padrasto se aproveita de embriaguez de mãe para abusar enteada

crianca-abusada
Redação
Escrito por Redação

Foi preso, nesta quarta-feira (1), um homem suspeito de ter estuprado a enteada, de 10 anos, na casa onde moravam, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari.

De acordo com a Polícia Civil, as violações ocorriam enquanto a mãe dormia embriagada.

Apesar da vítima ter confessado os estupros a uma professora e os laudos confirmarem os abusos sexuais, o homem disse ao delegado nesta quarta que a prisão preventiva era uma “injustiça”, pois não havia provas concretas contra ele.

“Realizamos a oitiva com a criança e encaminhamos ao Instituto Médico Legal (IML), onde ficou comprovado o rompimento do hímen. A partir disto, iniciamos as diligências para localizar e identificar o autor do crime, onde posteriormente constatou-se que seria o padrasto da vítima”, comenta.

O delegado responsável pelo caso, Rodrigo Camargo, afirmou que a menina detalhou minuciosamente como os abusos eram feitos.

“Ela relatou os horários que aconteciam, as formas e os tipos de sexo em que era obrigada a fazer.

Mesmo abalada psicologicamente com o ocorrido, a criança ainda contou que pedia para o padrasto parar com os abusos sexuais, mas ele não parava e ainda obrigava a manter relação anal”, exclamou.

Após a denúncia, a mãe da menina se separou do suspeito e exigiu que ele fosse embora da residência.

O homem foi localizado nesta quarta-feira em uma propriedade rural, localizada próximo da reserva indígena da tribo Uru-eu-wau-wau, em Monte Negro (RO). Após ser preso, o homem foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil de Ariquemes, e posteriormente levado até a Casa de Detenção de Ariquemes (CDA), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.