Amazonas Formal & Informal

Rodoviários farão operação “Marcha Lenta” e greve nessa quarta (9)

rodo3
Redação
Escrito por Redação

A greve dos rodoviários em Manaus ainda não acabou. Ontem os empresários do setor dos transportes coletivos de Manaus pagaram apenas 30% do salário dos trabalhadores do sistema e, com isso, aumentaram a crise de nervos entre trabalhadores e empregadores.

O Sindicato foi para as portas de três garagens da Zona Oeste da cidade, hoje (8), para manter vivo o movimento grevista, mas será nessa quarta feira (9), o volume maior de enfrentamento nas portas de mais três empresas dos transportes de passageiros.

Hoje, 30% dos ônibus das empresas Veja, Via Verde da São Pedro, que operam na Zona Oeste de Manaus, permaneceram nas garagens, numa demonstração clara de que o Sindicato vai manter o movimento “Marcha Lenta” e o movimento grevista até o fim. Amanhã (9), estão previsto a paralisação de mais três empresas. Os nomes ainda não foram anunciados pelo Sindicato, que está trabalhando com o elemento surpresa.

O vice-presidente dos Rodoviários, Josildo Oliveira, sinalizou com a permanência da greve até os empresários resolverem as pendências com os trabalhadores. Ontem, dois grandes empresários fizeram a proposta de pagar os salários dos funcionários em três parcelas, mas não foi aceito pelos rodoviários.

Josildo Oliveira (rosa), conferindo os 30% de paralisação na empresa Lider.

Josildo Oliveira (rosa), conferindo os 30% de paralisação na empresa Lider.

“A ordem judicial de só parar 30% da frota, será mantida”, antecipou Josildo, mas não o fim da greve, que só deverá acontecer quando os donos dos transportes coletivos de Manaus quitarem as dívidas com os trabalhadores. Entre elas, o pagamento de salários, descontos indevidas na folha, cobrança da viagem morta e outras irregularidades.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.