Brasil Esportes

Rogério Ceni não aceitaria trabalhar com Luxemburgo

Rogério não seria auxiliar de Luxemburgo/Foto: Marcos Ribolli
Rogério não seria auxiliar de Luxemburgo/Foto: Marcos Ribolli
Redação
Escrito por Redação

Rogério Ceni será técnico de futebol em pouco tempo. Fez cursos na Inglaterra e estágios com Claudio Ranieri (Leicester,  Jurgen Klopp (Liverpool), Walter Mazzari (Watford) e Claude Puel (Southampton). Tem admiração muito grande (sempre repetida) por Paulo Autuori, Osorio, Murici e Ricardo Gomes.

Aceitaria começar sua carreira sendo auxiliar de um deles. Luxemburgo, não. Foi o que me garantiu um amigo de Ceni. ”Eles não tem a mesma ideologia e nem o mesmo perfil de trabalho. Seria uma união que não daria certo. Nem que o Luxemburgo fosse auxiliar dele”.

Rogério não seria auxiliar de Luxemburgo/Foto: Marcos Ribolli

Rogério não seria auxiliar de Luxemburgo/Foto: Marcos Ribolli

A verdade é que a sombra de Ceni pairaria sobre qualquer treinador que ele fosse auxiliar.  É possível imaginar a torcida gritando: ”fora, fulano, fica Ceni” na primeira série de derrotas. Uma sombra que ele não gostaria de colocar em Ricardo Gomes, por exemplo.

Por isso, pela grandeza de Ceni no São Paulo – impossível imaginá-lo começando a carreira em outro grande – é mais fácil pensar que ele será o próximo treinador do São Paulo, já a partir do ano que vem. Não como auxiliar de alguém. Como algum presidente do São Paulo poderia recusar um aceno de Ceni? E o aceno já foi dado.(UOL/Blog do Menon)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.