Amazônia Roraima

RR: Asatur renova frota com Wi-fi e satélite

Redação
Escrito por Redação

A forte concorrência entre as empresas de transportes terrestres em Roraima tem garantido benefícios aos usuários. Além das promoções e da queda no preço das passagens, a frota dos coletivos vem sendo renovada gradativamente e com inovações tecnológicas, garantindo atrativos a mais aos usuários.A empresa roraimense Asatur renovou parte da frota e lançou, na noite de ontem, dois novos ônibus que farão o trajeto Boa Vista/Manaus (AM), ida e volta. Os coletivos trazem como diferencial uma série de inovações, entre elas TV digital e internet Wireless. Os ônibus têm ainda dois andares, com 56 lugares com poltronas reclináveis em couro, climatização, tomadas para carregamento de celular e outros equipamentos, como frigobar, banheiros exclusivos e sistema de rastreamento via satélite com comunicação.

 
Segundo o sócio-proprietário da empresa, Renildo Lima, o investimento com a aquisição dos dois novos veículos custou em torno de R$ 2 milhões. “É uma renovação da frota, então tivemos o cuidado de realmente comprar o que há de melhor no mercado de ônibus do Brasil”, destacou.

Conforme ele, as inovações devem garantir mais segurança e conforto durante o trajeto de cerca de 800 km entre os dois estados pela BR-174 sul. “A internet no ônibus é uma novidade no setor, assim como a TV digital. O mais importante é o sistema de rastreamento via satélite, porque em casos de acidentes na estrada estaremos equipados com sinal e comunicação em qualquer trecho do País”, afirmou.

A questão ecológica também foi pensada. O combustível utilizado nos ônibus é o diesel S-10, que tem menor taxa de enxofre e baixa emissão de gases poluentes. “Além disso, todo o material da carroceria é feito com produtos pensando no meio ambiente. Para isso, foi reduzida a quantidade de madeira na carroceria, e todo o motor funciona de forma ecológica”, ressaltou.

Lima citou que, em função da entrada de novas empresas de transporte terrestre em Roraima, a concorrência se tornou acirrada e o preço dos bilhetes tem diminuído. Apesar de tantas inovações, a diferença do valor das passagens para os novos ônibus em relação aos de outras empresas será pequena. “Mas os valores são acessíveis e não chegam a 10% em relação às outras empresas. A ideia é que todos andem em um veículo bom e de qualidade sem ter que pagar tão caro por isso”, frisou.

(FolhaBV)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.