Amazônia Roraima

RR: dois homens foram presos por venda de material falsificado

R. Saraiva
Escrito por R. Saraiva

Durante uma ação realizada na manhã de domingo, 28, dois homens foram presos por agentes do Grupo Tático Municipal (GTAM/GCM) após denúncia de venda de material falsificado na Feira do Garimpeiro, zona Oeste da Capital.Os dois homens foram identificados como Roberto Luiz do Nascimento, de 53 anos, comerciante e proprietário do ponto na Feira e Charles Macena da Silva, de 31 anos, que trabalhavam como vendedor no local.

 
Eles estavam revendendo imitações de colônias de marcas importadas e nacionais ao preço de R$ 10 e R$ 20 reais. A informação é que o material foi comprado em Manaus, no Amazonas, pelo preço de R$ 7 reais.

Também foram apreendidas junto com os acusados 188 colônias e R$ 501 reais em dinheiro, além de outros materiais para a venda como uma caixa de som amplificada, rolos de filme plástico e um carrinho de mão.

DENÚNCIA

A ação foi possível após a denúncia de uma vítima, que se interessou em comprar os produtos e percebeu uma diferença entre o cheiro do perfume original e do material falsificado.

Conforme os agentes do 5º Distrito Policial (5º DP), o consumidor chegou a questionar aos vendedores sobre o produto comercializado não ser parecido ao original na fragrância e nem no preço que normalmente é cobrado no mercado, momento em que os acusados informaram que o produto era falsificado.

“Ainda zombaram da vítima dizendo que era claro que o material era falsificado pra ser tão barato assim”, informou a equipe policial.

Após obter esta informação, a vítima fez a denúncia para a Polícia que ao chegar ao local constatou a venda das imitações.

Roberto e Charles foram presos em flagrante, enquadrados nos Artigo 171, por crime de estelionato e encaminhados à Central de Flagrantes, no 5º DP.

Após os procedimentos de rotina, os dois acusados foram encaminhados diretamente para a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc).

(folhabv)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.