Amazônia Roraima

RR: estabilidade no câmbio faz aumentar procura por dólar pelos roraimenses

Redação
Escrito por Redação

Apesar do momento não ser propício, a procura pelo dólar nas casas de câmbio em Boa Vista continua em alta neste fim de ano. Atendente de uma casa de câmbio no Centro, Carolina Soares afirmou que nem mesmo a instabilidade econômica que predominou o ano todo fez diminuir o interesse dos boa-vistenses pela moeda norte-americana.

“Quando o dólar baixava, a procura era alta, mas quando o preço da moeda se elevava, alguns clientes se precaviam em garantir uma quantia a mais e outros optavam por esperar até o preço ficar mais em conta. Essa foi a tendência por todo o ano. Agora, com o preço mais estável, as pessoas voltaram a procurar novamente”, disse.

Conforme o Relatório de Mercado Focus, o dólar deverá fechar o ano de 2015 comercializado a R$ 3,90. Um mês antes, as previsões estavam em R$ 3,95. Apesar da mudança, o câmbio médio de 2015 permaneceu em R$ 3,39 pela quinta vez seguida.

Já o dólar turismo, utilizado por consumidores em compras para o exterior, deverá fechar o ano cotado a R$ 4,09. Esse tipo de moeda é considerado mais caro que o dólar comercial, que é usado por empresas e bancos.

O preço pago pelo dólar leva em consideração os custos administrativos e financeiros, variando sempre de acordo com a natureza da operação, formas de entrega da moeda estrangeira e outros componentes, tais como valor da operação, cliente, prazo de liquidação e outros.

“Assim como nas outras áreas comerciais, a crise financeira também mexeu com o mercado de câmbio, mas quem já estava com viagem marcada e que realmente precisou viajar não teve outra alternativa, senão comprar moeda com o valor mais caro. Da mesma maneira, aqueles que tiveram maior cuidado nessa questão, puderam reprogramar viagem ou preferiram esperar mais um pouco até o dólar se estabilizar mais”, destacou Carolina Soares.

BANCOS – Além das casas de câmbio, algumas agências bancárias também oferecem o mesmo tipo de serviço para quem procura moeda estrangeira. No Banco do Brasil, por exemplo, os valores cobrados para a transação de venda de moeda estrangeira em espécie atualmente é de R$ 60,00 e, no cartão pré-pago, R$ 40,00.

Com viagem marcada no mês de janeiro para os Estados Unidos, a estudante universitária Carla Sampaio disse que preferiu esperar o momento certo para não ter nenhum tipo de surpresa. “Esse ano, o dólar esteve muito caro e também tivemos a falta da moeda no Estado, tanto que decidi esperar que a situação estivesse mais sob controle para confirmar as minhas reservas”, comentou.

(Folha Boa Vista)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.