Amazonas Esportes

Samuel Xavier brilha na luta da noite no Selva Combat 3, em Manacapuru

Casa lotada no Selva Combat 3, evento de MMA em Manacapuru.
Redação
Escrito por Redação

Num combate duríssimo, o coadjuvante Samuel Xavier foi o destaque do Selva Combat 3, evento de MMA que agitou o município de Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus) na noite deste sábado, 25 de julho. O evento foi prestigiado pelo secretário municipal Wanderley Barroso (Segov), que representou o prefeito Jaziel Alencar.

 

Com apoio da torcida que foi ao galpão da Ciranda Flor Matizada, Samuel (Black Belt Silva/Manacapuru) mostrou um vasto repertório técnico para vencer o valente Bruninho Souza (Coari) por nocaute técnico a 1min15 do terceiro round, no combate que valeu o cinturão dos pesos galos (até 61 kg).

 

O visitante vinha sofrendo com os chutes e socos de Samuel, porém contra-atacava com eficiência graças ao seu muay thai bem afiado. Mas no terceiro round não teve jeito: Samuel acertou um chute certeiro na linha de cintura de Bruninho, que foi ao chão. Na sequência, o lutador de Manacapuru só completou a vitória no ground and pound.

 

“Dedico essa vitória para a minha equipe, minha família e todos os amigos que vieram aqui torcer para mim”, disse Samuel, que recebeu o cinturão da empresária Sônia Maria Lima (Personal Clinic).

 

LUTAS PRINCIPAIS

Quem também brilhou no Selva Combat 3 foi Morramad Araújo, que conquistou o cinturão dos leves ao vencer Cicatriz (Manacapuru) por interrupção médica no começo do combate. O lutador da casa sofreu uma luxação no tornozelo esquerdo.

Na luta principal, Magno Radazinho (Manacapuru) empatou com Gaudêncio Grandão (Kratos Top Team). O representante do interior manteve o cinturão do peso combinado até 75 kg.

Jovens estreantes voltam para Manaus com vitória. É o caso de Márcio Henrique (Leo Top Team), que Tcheule Marques (Caapiranga) por finalização numa das melhores lutas do card preliminar, pelo peso mosca (até 57 kg).

Apoiadores

O Selva Combat 3 conta com apoio da Prefeitura de Manacapuru, RM Materiais de Construção, Tech Village, Douglas Moda Fitness, Amazon Wi-Fi, Nen Publicidade & Serviços, Zona do Esporte e Emanuel Sports & Marketing.

Resultados oficiais do Selva Combat 3:
Até 75 kg: Magno Radazinho (Academia Kaio Silva/Nova União/Manacapuru) e Gaudêncio Grandão (Kratos Top Team/Manaus) empataram na decisão dos juízes;
Até 70 kg: Morramad Araújo (Kratos Top Team/Manaus) venceu Cicatriz (Raul Thay/Manacapuru) por interrupção médica aos 2 minutos do primeiro round;
Até 66 kg: Tony Aires (Black Belt Silva/Manacapuru) venceu Ezequiel da Conceição (Valdirzinho/Manacapuru) por nocaute técnico aos 2min20seg do terceiro round;
Até 61 kg: Samuel Xavier (Black Belt Silva/Manacapuru) venceu Bruninho Souza (Coari) por nocaute técnico a 1min15 do terceiro round;
Até 61 kg: Marcondes Bastos (Manacapuru) venceu Victor Cruz (MPBJJ/Nova União) por decisão dividida dos juízes;

Samuel Xavier foi o destaque do Selva Combat 3.

Samuel Xavier foi o destaque do Selva Combat 3.

Card preliminar

Até 70 kg: Alex Santos (Manaus) venceu Willas Simão (Manaus) por nocaute técnico aos 2min25seg do primeiro round;
Até 61 kg: Sadraque Freitas (Manacapuru) venceu Francisco Alves (Manacapuru) por nocaute técnico a 1min35seg do segundo round;
Até 57 kg: Márcio Henrique (Leo Top Team/Manaus) venceu Tcheule Marques (Caapiranga) por finalização em mata-leão a 2min50seg do segundo round;
Até 66 kg: Alex Chagas (Manaus) venceu Alex Sandro (Manacapuru) por decisão dividida dos juízes.

Jiu-jítsu faixa roxa até 80 kg: Kristian Gomes (Clube Pina/Manaus) venceu Rafael Engrácio (Nova União);

Submisson absoluto: Francisco Barros (Academia Kaio Silva/Nova União/Manacapuru) venceu Naftale dos Anjos (Projeto Força Jovem/Nova União/Caapiranga).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.