Amazonas Colunas

Saneamento, um direito ainda longe de ser assegurado a todos(Por George Dantas)

Ambientalista George Dantas(AM)
Ambientalista George Dantas(AM)
Redação
Escrito por Redação

Em maio do ano passado, o Papa Francisco publicou a encíclica  “Louvado Seja”, conclamando a humanidade a cuidar do nosso planeta Terra e cultivar a sustentabilidade como um modo de vida seguro e que garanta recursos naturais para as próximas gerações.
Bem a propósito do tema, nesta semana foi lançada a Campanha da Fraternidade, com o tema Saneamento Básico.

Hoje, grande parte dos aglomerados humanos não tem acesso ao saneamento básico, devido a grande déficit habitacional, restando às populações construírem moradias inadequadas em locais onde os poderes constituídos não os alcançam terminando por dispor de  péssimas condições de moradia.

Assim, sem acesso a água potável regular e coleta de esgoto, uma grande parcela população sofre das doenças tropicais, pela inexistência de saneamento, onde as crianças são as mais afetadas, influenciando seu futuro saudável.

No Brasil, na média, apenas 57% da população tem acesso a coleta de esgoto nas grandes cidades e em áreas urbanas, enquanto na periferia esse número baixa para 18%.

Em Manaus, a coleta de esgoto cobre apenas 13% da área da cidade, embora haja uma cobrança regular da companhia que fornece agua, percebemos um completo abandono da questão ambiental, pois dessa forma, todos os rejeitos são descartados de forma irregular no solo ou corpos de agua que cortam a cidade. Nos últimos anos, a taxa de crescimento na coleta segue com a média de 3 a 4% ao ano.

Dados divulgados hoje sinalizam que pelo andamento das ações de universalização de água e esgoto caminharem na atual velocidade, o saneamento universalizado somente será alcançado em 2040, bem distante do planejado para acontecer em 2033, meta essa constante do Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab).

Finalizando, recorro novamente ao Santo Padre Francisco,  que conclama a todos,  “Lanço um convite urgente a renovar o diálogo sobre a maneira como estamos a construir o futuro do planeta”.(George Dantas – Ambientalista)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.