Amazonas Formal & Informal

Secretário de Saúde de Iranduba só faltou bater em funcionária (áudio)

O secretário de saúde de Iranduba, Eudes Fernandes e a prefeita Madalena de Jesus.
O secretário de saúde de Iranduba, Eudes Fernandes e a prefeita Madalena de Jesus.
Redação
Escrito por Redação

A conversa destemperada e de baixo nível que o secretário de saúde do município de Iranduba, Eudes Fernandes, teve com uma funcionária, por telefone, é digno de processo na justiça e indenização por assédio moral e reparação de danos.

Em áudio gravado por terceiros, escuta-se a voz do secretário de saúde humilhando uma funcionária do mesmo setor (o site vai preservar a identidade da funcionária), com palavras de baixo calão, xingamentos e outros palavrões impublicáveis. No áudio, Eudes se porta como se fosse um capataz de beira de barranco, onde os patrões chicoteiam os seus trabalhadores.

Áudio ….

Durante todo o áudio fica claro que a intenção do secretário é humilhar a funcionária, que tenta falar mas ele não deixa. Aos gritos, diz que a saúde do município está ruim por causa da funcionária. Mas toda a população sabe que a saúde de Iranduba só piorou, desde que Eudes assumiu a administração da secretaria.

Essa não é a primeira vez que o secretário Eudes agride funcionários, pacientes e colegas de trabalho, tanto por telefone, como por mensagens. Ele é visto na secretaria como uma pessoa desequilibrada e altamente agressiva. Recentemente, usou o seu whatsapp para xingar e discriminar uma pessoa só porque ela tem opção pelo mesmo sexo, em uma prática homofóbica e criminosa diante da Lei.

A funcionária agredida, chegou a confessar a amigos que vai tomar as medidas jurídicas necessárias para evitar que ela seja agredida fisicamente, dentro do ambiente de trabalho. “A continuar assim, eu e outros colegas de trabalho vamos terminar apanhando dentro da secretaria”, lamentou.

Conversa por mensagem do secretário Eudes Fernandes..

Conversa por mensagem do secretário Eudes Fernandes..

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.