Saúde

Secretários de saúde discutem melhorias para o SUS

O Amazonas estará representado por Pedro Elias, da Susam.
Redação
Escrito por Redação

Os secretários estaduais de saúde de todo o país discutem, nesta quarta e quinta-feira (8 e 9), em Brasília, propostas que possam contribuir para a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS). O novo secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, participa dessa que é a sua primeira reunião como representante do Amazonas no Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A agenda incluirá a participação no “Seminário do Conass para a Construção de Consensos” – que debaterá grandes questões relacionadas à saúde pública brasileira – e, ainda, na assembleia geral que escolherá o novo presidente da entidade, em substituição a Wilson Alecrim, o ex-secretário estadual saúde, a quem Pedro Elias está sucedendo.

 
De acordo com Pedro Elias, o seminário organizado pelo Conass abordará, entre outros temas, a “Atenção Primária e as Redes de Atenção à Saúde”, “Alternativas de Gerência de Unidades Públicas de Saúde” e a “Gestão do SUS”. O secretário salienta que o seminário integra a estratégia de preparação do Conass para a 15ª Conferência Nacional de Saúde (que acontecerá em dezembro), com posicionamento técnico, político e operacional bem definido, por parte da entidade que representa os gestores estaduais de Saúde. “Estas discussões prévias permitirão aos secretários estaduais alinhar o discurso e definir os eixos de prioridade”, disse Pedro Elias.

Na sexta-feira, após a participação no seminário, o secretário segue para São Paulo, onde tem reuniões agendadas com a equipe do Instituto do Coração (Incor), para discutir questões relacionadas à implantação do programa de transplantes do coração, que está em fase final de preparativos pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam). Também está prevista reunião com a coordenação do Programa de Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). “Um dos principais temas desse encontro será uma capacitação multidisciplinar com ênfase na prevenção de acidentes, que estamos articulando com a equipe da Telemedicina da USP”, disse o secretário.

Pedro Elias tem destacado a importância do Programa de Telessaúde no Estado, principalmente como alternativa para reforçar os serviços de saúde do interior do Amazonas. O secretário frisa que, no cenário atual de crise econômica no País, que exige soluções eficientes, mas de baixo custo, a Telemedicina se apresenta como uma estratégia bastante viável.

Atualmente, este sistema de atendimento à distância já está muito bem estruturado na área de Telecardiologia, vem avançando muito na Telemamografia, tem atividades sendo realizadas na Teledermatologia e, de acordo com o secretário, será ampliado para outras áreas.

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.