Cidades

Seis pessoas são presas e um adolescente apreendido por envolvimento com o tráfico de drogas

unnamed-1
Redação
Escrito por Redação
A operação'Sem Fronteiras' resultou na prisão de pessoas envolvidas com tráfico de drogas - foto: divulgação/Polícia Civil

A operação ‘Sem Fronteiras’ resultou na prisão de pessoas envolvidas com tráfico de drogas – foto: divulgação/Polícia Civil

A operação ‘Sem Fronteiras’, deflagrada na manhã de quarta-feira (20), por volta das 6h, pela Polícia Civil do Amazonas, resultou na prisão de Jucilene Dias Cardoso, conhecida como ‘Juci’, de 35 anos, Jefferson Pantoja Ferreira, o ‘Esquipe’, de 18 anos, Ana Cristina da Silva Regis, de 20 anos, Bruno Chunia da Costa, vulgo ‘Bruninho’, de 19 anos, a companheira dele, Layane Pantoja Ferreira, de 22 anos, Wilson Carvalho Saraiva, de 19 anos, e de um adolescente de 16 anos.Durante a operação os policiais civis apreenderam 600 trouxinhas de substâncias entorpecentes, supostamente pasta base de cocaína; aproximadamente 400 gramas de maconha, dez pedras de oxi, um revólver calibre 38 com a numeração raspada, cinco munições de calibre 38 intactas, duas munições de calibre 12 intactas, um lançador de bomba caseira e quatro máscaras de palhaço, supostamente usadas para cometer roubos.

Com os criminosos também foram apreendidos um veículo, modelo Celta, de cor vermelha e placas NOJ – 9225, utilizado para cometer delitos na Zona Norte da cidade; três sacolas contendo pinos para armazenar drogas, duas balanças de precisão, eletroeletrônicos oriundos do tráfico de drogas, três celulares, cordões e quatro relógios, possivelmente de vítimas de roubos, além de material para mistura e embalo de entorpecentes.

O titular do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Raul Augusto Neto, destacou que além de desarticular a comercialização de entorpecentes, a ação ainda teve como objetivo inibir crimes relacionados ao tráfico, como roubos e homicídios naquelas áreas da cidade. Os trabalhos contaram com a participação de policiais civis que atuam nos DIPs de circunscrição da zona Norte de Manaus.

Raul Augusto Neto destacou que as cinco pessoas presas na Comunidade União da Vitória cometiam delitos tanto na Zona Norte como na Zona Oeste de Manaus.

“Jucilane, Jefferson, Ana Cristina, Bruno e Layane faziam parte de uma quadrilha que praticava crimes tanto na Comunidade União da Vitória, onde residiam, como também em bairro da Zona Norte da cidade. Com ‘Bruninho’, nosso principal alvo, encontramos drogas, uma arma de fogo e o veículo utilizado para praticar roubos e distribuir drogas na zona Norte da capital”, explicou.

Na ação foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, expedidos nos dias 1º de agosto e 18 de setembro do ano corrente, pela juíza Rosália Guimarães Sarmento, da 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute), e pelo juiz Mauro Moraes Antony, do Plantão Criminal.

Jucilane, Jefferson, Ana Cristina, Bruno e Layane foram presos em residências distintas, situadas na Travessa Cervo, antiga Rua Oito, na Comunidade União da Vitória, bairro Tarumã-Açu, zona Oeste. Já Wilson e o adolescente estavam em uma casa localizada na Rua Santa Rita, bairro Colônia Terra Nova, zona Norte.

O titular do 18º DIP revelou detalhes das investigações que resultaram na prisão de Wilson e na apreensão do adolescente.

“A equipe do 18º mapeou alguns pontos de tráfico de drogas, no bairro Colônia Terra Nova. Um deles foi onde encontramos Wilson e o adolescente. As investigações apontam que no lugar também aconteciam reuniões com outros indivíduos, ainda não identificados pela polícia, para planejamento de roubos na cidade. A dupla integrava uma organização criminosa que atua em Manaus. Eles eram a ponta do esquema criminoso. Ou seja, pegavam as drogas dos distribuidores e vendiam para o consumidor final”, informou Jone Clei Rodrigues.

Jucilane, Jefferson, Ana Cristina, Bruno, Layane e Wilson foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Além desses crimes, Bruno e Jefferson também foram autuados por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Wilson responderá, ainda, por corrupção de menores.

Ao término dos procedimentos realizados no 15º DIP, Jefferson, Bruno e Wilson serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão aguardar julgamento. Jucilane, Ana Cristina e Layane serão conduzidas ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irão permanecer à disposição da Justiça. Já o adolescente será levado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). Ele irá responder por ato infracional análogo ao tráfico de drogas.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.