Esportes

Seleção Amazonense de Levantamento de Peso comemora o terceiro lugar no Brasileiro

Seleção Amazonense de Levantamento de Peso/Foto: Mauro Neto/Sejel
Redação
Escrito por Redação

Após uma semana de ‘folga’, a seleção amazonense de Levantamento de Peso retomou os trabalhos nesta segunda-feira, dia 17, na Vila Olímpica de Manaus, no Dom Pedro. O descanso, merecido, foi devido aos esforços e conquista da delegação, que na última competição nacional do ano faturou um título inédito para o Estado: o terceiro lugar no Brasileiro de Levantamento de Peso, no Rio de Janeiro, na semana passada. Os atletas recebem apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).
O resultado, mais que positivo, também foi comemorado por dois atletas que trouxeram prata e bronze, e de quebra conquistaram o direito de receber bolsa atleta do Governo Federal: William Lucas e Malu Murielly, respectivamente.

“Foi a minha segunda competição. Ano passado fiquei em último lugar e agora fiquei em terceiro no arremesso e acabamos tendo um bom resultado. Nosso objetivo era ficar no pódio, estar entre os três, e conquistar o direito do bolsa atleta”, contou a atleta Malu, de 26 anos, que abandonou o powerlifting há dois anos para se dedicar ao esporte olímpico.

Seleção Amazonense de Levantamento de Peso/Foto: Mauro Neto/Sejel

Seleção Amazonense de Levantamento de Peso/Foto: Mauro Neto/Sejel

“O resultado é um bom sinal. Percebi que o índice no Estado, na minha categoria, está bom e o bolsa atleta vem no momento certo para correr atrás e estar em Tóquio”, afirmou a medalhista de bronze, que agora se recupera de uma luxação na mão direita.

Com apenas 16 anos, William Lucas já soma um bronze no brasileiro do ano passado. A nova medalha de prata para coleção faz o jovem pensar ainda mais nas Olimpíadas de Tóquio.

“Foi uma briga contra o Rio de Janeiro e Minas Gerais. Eles devem ter 10 anos de treino e eu com apenas um ano e meio consegui ser segundo lugar. Estou muito feliz com essa conquista. Agora, com 2020 chegando, espero me encaixar nas Olimpíadas. É uma alegria muito grande, tanto pela medalha como por equipes”, comemorou.

Atrás apenas de Rio de Janeiro e Minas Gerais e na frente de São Paulo, consideradas as potências do esporte, o presidente da Federação Amazonense de Levantamento de Peso Olímpico (Falo) e treinador da seleção, Francisco Ventilari, acredita no avanço da modalidade nos próximos anos.

“Realmente foi a melhor competição que já fizemos, tivemos o melhor desempenho e o melhor resultado. Estamos fechando o ano com chave de ouro. Essa colocação é muito importante, mostra e confirma de vez a evolução do levantamento de peso na região Norte. Nós nunca tínhamos um resultado como este”, comemorou.

Técnico da Seleção Brasileira de olho

O novo ciclo de trabalhos e treinos para as Olimpíadas de Tóquio começam a agitar os bastidores dos esportes olímpicos. E de olho na formação da nova Seleção que vai passar a ser montada para as competições nacionais, dois atletas da casa foram convidados para um período de treinos com o técnico da seleção principal.

“Nós temos dois atletas, o Lucas e a Karolina, que estão escalados para realizar um treino por um ano com o técnico da seleção brasileira, Dragos Stanica. Ele é um técnico romeno que está no Brasil desenvolvendo o treinamento há mais de 15 anos. Estamos estudando essa possibilidade. Isso é uma luz para o que Amazonas esteja entre os melhores nas competições nacionais, internacionais e quem sabe na Olimpíada”, comentou Ventilari.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.