Amazonas Destaques Política

Sema discute prevenção contra incêndios florestais com prefeitos da RMM

Evandro Melo(Ceag) e Antonio Strocki(Sema), com prefeitos da RMM/Foto: José Narbaes
Redação
Escrito por Redação

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), realizou na tarde de ontem, quarta-feira (07), uma reunião com representantes dos municípios que compõem a Região Metropolitana de Manaus (RMM), e órgãos estaduais, para definir estratégias de prevenção, controle e combate às queimadas no Estado.
A reunião foi conduzida pelo coordenador do Comitê Estratégico de Acompanhamento da Gestão (Ceag), Evandro Melo e teve assessoramento técnico do titular da Sema, Antonio Stroski. Imagens de satélite da Sala de Situação de Controle e Monitoramento Ambiental da Sema revelam que  Lábrea, Manicoré, Careiro, Boca do Acre, Autazes, Apuí, Maués, Novo Aripuanã, Humaitá e Manacapuru são os dez municípios que mais apresentaram focos de queimadas no Estado no período de 15 de setembro a 5 de outubro deste ano.

De acordo com Stroski, a reunião foi estratégica para apresentar dados técnicos para os representantes desses municípios e ouvir a realidade de cada um para adaptar alternativas no enfrentamento às queimadas. Ele destacou que há um grande trabalho sendo feito pelo Governo do Estado com Corpo de Bombeiros e Defesa Civil em todos os municípios afetados, mas como a previsão meteorológica indica que haverá poucas chuvas até o final de novembro é preciso somar forças com os municípios para minimizar os transtornos causados pelo período seco.

“Houve uma sintonia e entendimento da necessidade de agir de imediato na prevenção e combate às queimadas que tem contribuído para a fumaça que tomou conta de Manaus nos últimos dias. Mas devemos começar a pensar na adaptação às mudanças climáticas porque as informações meteorológicas que temos é que o período haverá poucas chuvas e não podemos medir esforços para prevenir danos à natureza e a população causados por queimadas”, ressaltou.

Entre as propostas encaminhadas estão à capacitação, estruturação e apoio de brigadas voluntárias de incêndios nos municípios como primeira resposta a focos de queimadas, além de campanhas educativas e mobilização de servidores públicos que atuam na Zona Rural dos municípios.

Conforme Evandro Melo, uma das ideias é que haja pessoal treinado e equipado para atender aos sinistros no momento que o fogo pode ser mais facilmente controlado evitando danos maiores, a exemplo do que já ocorre em vários municípios. A medida foi ratificada pelo comando do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do Estado que também participaram da reunião.

Ainda foi proposto que órgãos estaduais e municipais somem forças no enfrentamento do período seco. As secretarias municipais e estaduais de Educação e Saúde, por exemplo, que possuem professores e agentes de endemias, respectivamente, mais próximos da zona rural, podem atuar como agentes multiplicadores das informações de combate às queimadas. Os profissionais ajudariam a difundir material publicitário sobre combate as queimadas nos municípios orientando, principalmente, sobre a necessidade de extinguir queimadas domésticas.

Os participantes do evento receberam material sobre prevenção às queimadas criado pela Sema para divulgar nos municípios e devem se reunir novamente este mês para apresentar o resultados das ações desenvolvidas nos municípios no combate ao fogo.

Prefeitos da RMM reunidos com a Sema/Foto: José Narbaes

                              Prefeitos da RMM reunidos com a Sema/Foto: José Narbaes

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.