Amazonas Colunas Tefé minha saudade

Semana da Educação: 22 a 28 de Abril(Por Raimunda Gil Schaeken)

Professora Raimunda Gil Schaeken(Am)
Redação
Escrito por Redação

“Educar é conquistar o coração, animá-lo com alegria e satisfação em busca do bem”. (João Pulo II)
Por educação não se entende apenas a transmissão de conhecimentos, mas também a formação do caráter, a elaboração da consciência, o despertar da sensibilidade. Da educação depende a construção de uma Pátria justa, sem fome, sem miséria, sem doença; de uma Pátria em que todos sejam irmãos.

A educação, portanto, é uma tarefa de grande responsabilidade, que exige instrução especializada, pois a escola exerce profunda influência nos primeiros anos de vida das pessoas. E os primeiros anos de vida são fundamentais para a formação e o desenvolvimento do ser humano. Os professores precisam ter uma boa formação, além de conhecer psicologia do desenvolvimento e teorias da aprendizagem.

À Escola compete: a) A educação intelectual, que fornece subsídios para o desenvolvimento da inteligência; b) A educação artística, que desenvolve a criatividade, a capacidade de expressão e a sensibilidade para a beleza, que se exprime através do teatro, da dança, da pintura, da música etc; c) A educação profissional, que prepara para o trabalho e encaminha para as atividades que melhor realizem nossa vocação; d) A educação física, que serve ao desenvolvimento harmonioso do corpo humano, através da ginástica e da prática de esportes; e) A educação especial (para excepcionais), que visa integrar o deficiente físico ou mental na comunidade; f) A educação para a cidadania, que ensina o que são os direitos e os deveres, e que transmite o espírito de colaboração e solidariedade aos nossos semelhantes; g) A educação de adultos, que visa alfabetizar e dar conhecimentos básicos às pessoas que não tiveram a oportunidade de estudar. Visa também à atualização nos mais diversos campos do saber.

Não existiriam centros de pesquisa, bibliotecas, indústrias, invenções tecnológicas, enfim, não existiria o progresso sem o marco inicial do saber, sem as escolas e universidades, sem o trabalho dedicado do professor e também o do aluno, para aprender.(Raimunda Gil Schaeken – Tefeense, professora aposentada, católica praticante, membro da Associação dos Escritores do Amazonas –ASSEAM e da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas – ALCEAR.)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.