Amazonas Cidades Destaques

Seminário da Polícia Militar fortalece parceria com as comunidades, em Manaus

Palestra do Tenente Coronel Clésio Salles/Foto: Nathalie Brasil
Redação
Escrito por Redação

Fortalecer o convívio e as boas práticas entre a polícia e as comunidades de Manaus, para combater a criminalidade, é o principal foco do 1º Seminário Estadual de Polícia Interativa Comunitária, promovido pela Polícia Militar do Amazonas, iniciado hoje, nesta sexta-feira (16), e vai até amanhã, sábado (17), no auditório Nina Lins, na Universidade Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras.
Entre os assuntos abordados nos dois dias de seminário, está  o fortalecimento dos trabalhos dos conselhos comunitários em regiões da capital que precisam da parceria entre polícia e comunidade para implementação de ações que minimizem os índices de violência.

Conforme o tenente-coronel da Polícia Militar, Clécio Salles, chegou o momento de ampliar esse convívio da polícia com a população. Ele ainda destaca a criação das Diretorias de Direitos Humanos e de Polícia Comunitária no âmbito da Polícia Militar do Amazonas. “Após esse seminário, vamos buscar estabelecer a Diretoria de Diretos Humanos e a Diretoria de Polícia Comunitária na Polícia Militar, porque queremos ter os trabalhos da polícia consolidados juntos às famílias em todos os bairros, conseguindo reduzir a violência”, explicou.

Clécio Salles, também, pontuou a implantação do conselhos comunitários para colaborar com a atuação dos órgãos de segurança na cidade de Manaus. “Vamos buscar apoio junto ao Governo do Estado e ao sistema de segurança pública para que possam estabelecer as sedes dos conselhos comunitários. Vivemos tempos difíceis, mas, quando temos o interesse da população pela presença da Polícia, acreditamos que possamos dar apoio com a criação de conselhos em cada bairro de Manaus, para ajudar os órgãos de segurança pública a combater a criminalidade”, enfatizou.

Unidade – Entre os participantes do seminário, estavam também lideranças comunitárias que pretendem resgatar o bom convívio social entre a polícia e moradores, como é o caso da líder comunitária, Neuza França, 45 anos, que coordena a associação de moradores da comunidade Bela Vista, localizada no bairro do Puraquequara, na zona leste de Manaus.

“É muito importante participar de um seminário como este porque aprendemos como fazer prevalecer a união entre a comunidade e a polícia. Muitos pessoas que moram na minha comunidade querem mais proximidade da polícia para ajudar na segurança de nosso bairro”, disse.

Tenente Coronel Clécio Salles defende a ampliação do convívio polícia-comunidade/Foto: Nathalie Brasil

     Clécio Salles defende a ampliação do convívio polícia-comunidade/Foto: Nathalie Brasil

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.