Amazonas Economia

Seminários da FIAM apontam exportação como saída contra a crise

V Feira Internacional, em Manaus/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

Investir na exportação é uma excelente alternativa para superar as dificuldades impostas pela crise econômica. É o que apontam três seminários focados no comércio exterior, que ocorrerão nos dias 18, 19 e 20 de novembro, durante a oitava edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM), evento organizado pela SUFRAMA.

Nos seminários “APEX-Brasil e a Inserção Internacional”; “Conhecendo Oportunidades de Negócios Internacionais”; e “O Plano Nacional de Exportação e Acesso a Mercados Prioritários” serão expostas dicas, estratégias e oportunidades de negócios para quem planeja vender produtos e serviços além das fronteiras do País. Representantes dos EUA, Canadá, Colômbia, Peru e Cuba estão entre os palestrantes.

Os seminários são gratuitos e têm vagas limitadas. As inscrições, que começaram no dia 21 de outubro, podem ser feitas através do hotsite da FIAM (www.suframa.gov.br/fiam), clicando no banner “Jornada de Seminários”, localizado à direita da página.

O primeiro seminário voltado ao comércio exterior ocorre no dia 18, no Comfort Hotel Manaus (os outros dois serão no Studio 5).  O seminário “APEX-Brasil e a Inserção Internacional” terá como objetivo principal pormenorizar as atividades da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil), especificando sua atuação em prol do acesso a novos mercados e na promoção às exportações, através dos projetos setoriais específicos.  Serão cinco palestras, mediadas pelo gestor de Projetos Internacionais do Sebrae Nacional, Eraldo Ricardo dos Santos. Pela ordem falam: o supervisor da Coordenação de Competitividade da Apex-Brasil, Tiago Terra; a gestora de Projetos da Apex-Brasil, Michele Herminio: a gerente do Projeto Setorial Organics Brasil, Ming Liu; o vice-Presidente do Projeto Setorial Sweet Brasil, Ubiracy Fonseca, e o gerente do Projeto Happy Goods Brasil, Rodrigo Iglesias.

A programação segue no dia 19 com o seminário “Conhecendo as Oportunidades de Negócios Internacionais”. O foco é mostrar oportunidades no exterior, tanto na ótica da exportação, quanto da internacionalização das pequenas empresas e do investimento. Serão abordados os temas: “O Plano Nacional da Cultura Exportadora – Passo Primordial para se Internacionalizar”, pelo analista de Comércio Exterior da Secretaria do Comércio Exterior (Secex) do MDIC, Rafael Ramos Codeço; “A Internacionalização para as Pequenas Empresas”, pelo gestor de Projetos de Negócios Internacionais do Sebrae Nacional, Eraldo Ricardo dos Santos; “Oportunidades de Investimentos, Negócios e Turismo em Cuba”, pela vice-presidente da empresa Coralsa do Ministério da Indústria Alimentar de Cuba, Nancy Alejano D´Meza; “Oportunidades de Adentrar no Mercado Americano” pela presidente da Brasil & USA Import and Export, Marilene Elage;  e “Apoio ao Investidor – Brasil4Business”, pelo analista de políticas e indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Felipe Spaniol.

No dia 20, no seminário “O Plano Nacional de Exportação e Acesso a Mercados Prioritários” será detalhado, na palestra do secretário da Secex, Daniel Godinho, o Plano Nacional de Exportações, lançado em 2015 pelo governo federal, que elaborou um mapeamento dos mercados prioritários para exportação.

Em seguida, representantes de quatro mercados prioritários selecionados – Peru, Estados Unidos, Colômbia e Canadá – explicarão o funcionamento do comércio exterior em seus respectivos países, bem como abordarão as melhores formas de acesso e citarão áreas com mais possibilidades de negócios com empresas brasileiras.  São eles: o vice-ministro de Comércio Exterior e Turismo do Peru, Edgar Vela; o ministro conselheiro para assuntos comerciais da Embaixada Americana no Brasil, Ricky Ortiz; a diretora de Educação Continuada da Universidade do Condado de Broward, Gwynne Gonzalez; a embaixadora da Colômbia no Brasil, Patricia Cardenas, e o reitor da School of Business da Universidade Centennial (Canadá), Barry O’ Brien. O seminário será moderado pela coordenadora do curso de Economia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), professora Fabiana Lucena.

FIAM

Marcada para os dias 18 a 21 de novembro, no Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus (AM), a Feira Internacional da Amazônia tem como tema “FIAM 2015 – Invista no Futuro. Agora”, com a proposta de contextualizar a prorrogação do modelo Zona Franca de Manaus até 2073 a cenários de investimento e crescimento na Amazônia, fazendo alusão tanto às potencialidades regionais quanto à pujança tecnológica do Polo Industrial de Manaus. Com programação variada, a Feira é considerada o maior evento multissetorial da região amazônica e funciona ainda como uma vitrine dos produtos e serviços regionais.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.