Brasil Política

Senado proíbe doação de empresas a candidatos e partidos

Sessão Senado na noite de ontem/Foto: Waldemir Barreto
Sessão Senado na noite de ontem/Foto: Waldemir Barreto
Redação
Escrito por Redação

O plenário do Senado aprovou na noite de ontem, quarta-feira (02), uma proposta do pacote da reforma política que proíbe empresas a doarem a partidos. A Casa já havia recusado anteriormente a possibilidade de pessoas jurídicas fazerem contribuições diretamente para partidos políticos. A mudança, que passou com o apoio de 36 votos contra 31.
Os senadores permitiram doações de pessoas físicas. Contudo, houve um acordo para permitir que, em vez de limitado a 10% dos rendimentos que elas tiveram no ano anterior à eleição, as pessoas físicas não terem nenhuma limitação para fazerem contribuições eleitorais.

Em votação simbólica, o plenário do Senado já havia aprovado o texto-base da reforma política. No momento, os senadores discutem novas alterações ao texto. Ao final da votação, o texto terá de voltar para a Câmara. Os deputados anteriormente aprovaram doações de empresas a partidos, com limitações.(UOL/Folha)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.