Amazonas Formal & Informal

Senador diz que o PT está sendo julgado mais pelos seus acertos

Redação
Escrito por Redação

A reunião organizada por uma tendência do Partido dos Trabalhadores (PT), no auditório do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, na sábado (01), tinha como fim, nivelar as forças internas do partido para esse segundo semestre do ano, mas terminou com uma importante palestra de improviso sobre a conjuntura política e econômica nacional feita pelo senador Paulo Rocha (PT-PA) para uma atenta plateia de pouco mais de 50 integrantes.

 

Passando por Manaus para um tratamento fisioterápico à base da Quiropraxia, o senador Paulo Rocha disse que a crise econômica, que a grande mídia insiste em destacar nas suas manchetes, já foi maior em outros governos. Para ele, o Brasil viveu crises devastadoras com um simples sintoma de queda das bolsas nos países da Europa, mas o assunto não interessa aos conglomerados econômicos nacionais.

 

O governo PT, na sua opinião se preparou para os abalos sofridos na Europa, Estados Unidos, Rússia e mais atualmente na China. O Brasil foi para o diálogo com o mundo, mas com as exportações em queda para esses países, que atravessam uma série crise econômica interna, terminaram por afetar também a economia do Brasil. As exportações de minério e soja para a China retraíram significativamente. Com isso ficou comprometido, também, a entrada de divisas, mas nada comparado ao “caos” plantado pela grande imprensa nos meses que se seguiram ao segundo mandato da Presidente Dilma.

 
Em épocas anteriores o Brasil passou por crises muito maiores por causa do capital internacional. No governo Fernando Henrique Cardoso (1995 a 1998 e de 1999 a 2003), os juros chegaram a 36%, no governo PT o máximo foi de 14%; a inflação no governo FHC/PSDB chegou a 14%, agora 6%; o desemprego atingiu taxas de 12,8%, no governo Dilma Rousseff chega a 5%; FHC foi três vezes bater nas portas do Fundo Monetário Internacional (FMI), o governo de Lula e Dilma passaram a ser credores do FMI, emprestam dinheiro para o Fundo.

 
O Brasil gasta milhões com projetos de crescimento social e econômico e, isso pesa no orçamento. Os projetos bolsa família, Minha Casa Minha Vida, com 30 milhões de pessoas incluídas, são projetos políticos criados para o crescimento do País. Eram pessoas que passavam fome e que hoje acenderam socialmente. São consumidores em potencial. Além do investimento em logística, para escoamento, para distribuição da produção.

 
Hoje existem 314 empresas internacionais interessadas em investir 100 bilhões em projetos de logística no País. Com isso o Brasil deve melhorar a infraestrutura de transportes, vista hoje como uma das mais fracas entre os países integrantes do bloco dos Brics (composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Sobre o governo, Paulo Rocha afirma que a presidente Dilma trabalha com a perspectiva de estabilidade e crescimento econômico para o segundo semestre de 2016.

 
Bancada BBB

 

O senador Paulo Rocha, destaca, no entanto, os entraves criados pela bancada BBB (bancada da Bíblia, da Bala e da Bola). Ela também já foi a Bancada do Boi, da Bíblia e da Bala. Não importa, em todos os seus posicionamentos, está a intenção de bloquear os projetos do PT. Eles se instalaram no Congresso Nacional para “travar” todos os projetos apresentados pelo governo, independentemente de ser bom ou não para a sociedade.

 
A bancada BBB não mede dificuldades para angariar o apoio de parlamentares evangélicos e ruralistas. Visceralmente ligados ao PSDB, DEM, PSD, PRB, Solidariedade, PSC e parcelas do PMDB eles asseguraram a vitória do grupo a custos duvidosos e nebulosos e sempre aparados por grandes emissoras e revistas nacionais.

Militante Sila Vieira, presidente do PT-AM, Valdemir Santana e o senador Paulo Rocha.

Militante Sila Vieira, presidente do PT-AM, Valdemir Santana e o senador Paulo Rocha (PT-PA).

Essas são informações que passam ao largo da população e, é esse o trabalho a ser desenvolvido pela militância do partido, daqui para a frente. “A palavra de ordem do início do governo PT, tem que ecoar novamente na base do partido”, anunciou. Finalizando, Paulo Rocha disse que a população saberá que o PT está sendo chamado de corrupto hoje, mais pelos seus acertos do que pelos erros aos quais vem sendo acusado.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.