Saúde

Sensor detecta câncer de mama seis meses antes de nódulo aparecer

Redação
Escrito por Redação

Pesquisadores da Unicamp desenvolveram um equipamento capaz de detectar a formação do câncer de mama seis meses antes de algum nódulo aparecer. O dispositivo é do tamanho de uma moeda e possui 64 sensores.

O G1 conta que, de acordo com os pesquisadores, quando o sensor recebe sangue, transforma reação química em corrente elétrica e a partir de gráficos, ele mostra a concentração de uma proteína que se multiplica quando a doença aparece: a HER2.

“Meses antes de desenvolver o câncer de mama, essa proteína começa a ser liberada no sangue. Baseada nessa proposta, a gente tentou criar um dispositivo que fosse capaz de detectar essa proteína em concentrações bem baixas”, explica a pesquisadora Cecília de Carvalho e Silva.

O pesquisador Lauro Tatsuo Kubota esclarece que a tecnologia pode ser utilizada fora dos laboratórios. “Pode ser no próprio consultório médico ou em casa”, explica.

A reportagem alerta que o equipamento pode se tornar uma prevenção ao tipo de câncer que mais mata mulheres no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde. São mais de 8 milhões de mortes todo ano. No Brasil surge um caso a cada 9 minutos e metade dos diagnósticos acontece em estágio avançado, onde o tratamento é mais difícil.

“O ideal é que nos façamos o diagnóstico da doença antes dela ser palpável, antes dela ser percebida pela paciente”, afirma Cássio Cardoso Filho, vice-diretor clínico do Caism, Hospital da Mulher da Unicamp.

O G1 alerta ainda que antes de ser feito teste em sangue humano, o dispositivo tem que ser aprovado pelo Conselho de Ética da Unicamp e não existe previsão de data para isso acontecer.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.