Amazonas Destaques Política

Servidores da Sepror serão qualificados pelo Cetam, em 50 municípios/AM

Secretário Sidney Leite(E) e a coordenadora Viviane Matos(D)/Foto: Nathalie Brasil
Secretário Sidney Leite(E) e a coordenadora Viviane Matos(D)/Foto: Nathalie Brasil
Redação
Escrito por Redação

Termo de cooperação técnica com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), foi assinado ontem (19), pela Secretaria de Estado de Produção Rural e Sustentabilidade, destinado à capacitação de 400 servidores e técnicos do sistema Sepror, contemplando 50 municípios do Amazonas.
Esta é a segunda parceria voltada para a qualificação que a Sepror firma em três dias, numa iniciativa do secretário estadual de Produção Rural e Sustentabilidade, Sidney Leite, como meta até 2018. “Precisamos atualizar o conhecimento dos nossos servidores que até então estavam desvalorizados. Acredito na formação continuada e em um quadro qualificado para conseguirmos fazer uma gestão transparente e eficaz”, explicou.

De acordo com a coordenadora do Programa de Capacitação Tecnológica, Viviane Matos, o primeiro curso será o de Informática Básica e Avançada, por conta da demanda identificada nas coordenadorias e departamentos da Sepror. “Os próximos cursos deverão ser em áreas mais específicas como a de agronegócios, agropecuária, florestal, piscicultura, produção aquícola pesqueira e recursos pesqueiros”, explicou.

Para isso, segundo ela, serão firmados outros termos de parceria com unidades estaduais e federais de ensino. “O objetivo é ampliar a capacidade dos servidores e estender isso ao produtor e ao filho do produtor, a fim de termos um quadro técnico de empreendedores no campo”, disse.

O secretário Sidney Leite lembrou ainda que o principal cliente do sistema é o produtor, que não tem o hábito de procurar os técnicos dentro da Secretaria. “Normalmente é o nosso pessoal, nos escritórios locais do Idam que faz o atendimento nas propriedades munido de um tablet, daí a importância desse curso”, explicou.

Além disso, Leite afirmou que a formação nessa área da tecnologia servirá para embasar o técnico para atuar com segurança no Cadastramento Ambiental Rural (CAR). “Outra vantagem que vislumbramos é que vamos trabalhar em cima do Plano de Cargos e Salários dos nossos servidores e a qualificação deve ser um instrumento para melhoria salarial”, explicou.

A diretora-presidente do Cetam, Joésia Moreira Julião Pacheco, destacou a capilaridade do órgão, que está presente em todos os municípios do Estado. “A nossa missão será preparar o servidor do setor primário, em várias áreas do conhecimento, para apoiar os produtores na elaboração de projetos e na captação de recursos junto aos ministérios”, disse.

O Cetam está presente em todo o Estado por meio de parcerias com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), escolas públicas, igrejas e ONGs e possui unidades próprias em três municípios. Mais de 1 milhão de pessoas já foram qualificadas em 12 anos de funcionamento do órgão.

Estiveram presentes à solenidade o diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Amazonas (Idam), Edmar Vizolli; o presidente da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), Moberwal Jucá; o presidente da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), Sérgio Muniz; e o secretário executivo adjunto de Pesca Aquicultura (Sepa), Geraldo Bernardino.

Os municípios contemplados na primeira etapa junto ao Cetam são: Amaturá, Anamã, Anori, Barreirinha, Beruri, Boca do Acre, Borba, Itamarati, Jutaí, Manacapuru, Manaus, Manicoré, Maraã, Nhamundá, Novo Aripuanã, Nova Olinda do Norte, Presidente Figueiredo, São Gabriel da Cachoeira, Tapauá, Uarini, Urucará, Sul de Lábrea, Codajás, Ipixuna, Carauari, Matupi, Apuí, Silves, Itapiranga, Tefé, Barcelos, Lábrea, Urucurituba, Novo Airão, Autazes, Japurá, Tonantins, Pauini, Tabatinga e Maués.

Outras parcerias firmadas – No último dia 17, a Sepror firmou um termo de cooperação técnica com a Secretaria Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) por meio da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea-AM). A parceria visa trabalhar a qualificação técnica de agricultores e filhos de produtores na capital e no interior do Estado, a fim de formar futuros empreendedores do campo.

O objetivo agora é trazer o Sebrae para o núcleo de parceiros da Sepror, segundo o secretário Sidney Leite. Uma primeira reunião foi realizada também no último dia 17, com a superintendente do Sebrae no Amazonas, Andressa Noronha. O diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Amazonas (Idam), Edmar Vizolli, e o presidente da FAEA, Muni Lourenço, também participaram do encontro.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.