Amazonas Destaques Economia

Setor de componentes lidera pauta de aprovação da reunião do Codam

Secretário Thomaz Nogueira, na reunião do Codam/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Secretário Thomaz Nogueira, na reunião do Codam/Foto: Divulgação

                Secretário Thomaz Nogueira, na reunião do Codam/Foto: Divulgação

A maior parte dos investimentos, um total de R$ 2.751 bilhões, aprovada na  263ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), realizada, hoje, quinta-feira (01), na Seplan-CTI, foi direcionada para o setor de componentes, os bens intermediários voltados para a fabricação de produtos finais. No geral, os conselheiros aprovaram 34 projetos industriais estimados em R$ 3.231 bilhões e 2.834 vagas no mercado de trabalho ao longo de três anos.
O secretário de estado de Planejamento, Thomaz Nogueira, destacou que o aumento dos valores relacionados nas pautas do Codam vem se mostrando contínuo, o que é bastante significativo nesse momento de crise porque passa o País. “Não deixa de ser uma situação paradoxal porque ao mesmo tempo em que observamos a melhoria dos indicadores futuros ainda enfrentamos os efeitos da pior crise que já experimentamos”, disse Nogueira reafirmando a posição de que essa situação é conjuntural. “Não temos dúvida de que vamos superar esse momento e voltar a crescer”.

O destaque da pauta aprovada pelo Codam foi o projeto de produção de bens intermediários da Boreo Indústria de Componentes, estimado em R$ 2.036 bilhões e mais de 900 empregos,  para a fabricação no Polo Industrial de Manaus de placas de circuito montadas, unidades de armazenamento de dados e bateria para telefone celular.

Também na área de produção de componentes foi aprovado o projeto da Callidus Indústria e Comércio para a produção de placas de circuito montadas avaliado em R$ 46 milhões e 97 empregos. Também foi aprovado o projeto da Videolar-Innova  para a produção de chapa, folha, fita e película de plástico expansível no valor de R$ 280 milhões e 98 empregos. A Masa da Amazônia teve autorização para fabricar telefone celular a um custo de  R$ 73 milhões e 104 vagas no mercado de trabalho.

Balanço

A última reunião do Codam foi realizada em junho, e resultou na aprovação de 40 projeto industriais, um deles em pauta suplementar, com investimento total de R$ 914 milhões e 1.872 postos de trabalho. No acumulado do ano, incluindo os investimentos apurados na 263ª reunião, o Codam aprovou um total de 144 projetos industriais com investimento total projetado em R$ 6.130 bilhões e 10.200 postos de trabalho.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.