Amazonas Cultura

Setrab realiza Mostra de Artesanato e Economia Solidária no Fecani

Mostra de Artesanto da Economia Solidária da Setrab/Foto: Divulgação
Mostra de Artesanto da Economia Solidária da Setrab/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

No mesmo período que acontece o 31º Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani), a Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab), com o apoio da Prefeitura Municipal de Itacoatiara, realiza a 1ª Mostra de Artesanato e Economia Solidária de Itacoatiara.
O evento acontece em uma tenda que será montada no Centro de Eventos Vereadora Juracema Holanda, localizado no bairro Mutirão, de 4 a 6 de setembro, das 14h00 às 22h00, com a participação de 40 artesãos e trabalhadores manuais do município e comunidades próximas. Os artesãos que ainda não tiveram a oportunidade de solicitar a Carteira Nacional do Artesão poderão realizar o cadastro no mesmo local da Mostra, pelo horário da manhã, das 09h00 às 12h00.

A Mostra reune peças artesanais confeccionada com material da fauna e flora amazônica, em palha, madeira certificada, couro de peixe e sementes beneficiadas, nos segmentos de ecojoias, biojoias, cosméticos, indígenas, marchetaria, culinária regional e produtos confeccionados em cerâmica, tecidos e com materiais recicláveis.

“O Fecani é o período de pico do município, e os artesãos, assim como outros setores da economia local, se preparam o ano todo para o evento. O Governo do Estado, buscando incentivar o setor artesanal, como forma de geração de emprego e renda e como forma de divulgar o potencial artístico dos artesãos do município, a partir deste ano, realizará exposição e comercialização dos produtos artesanais no mesmo período do Festival da Canção”, frisou o secretário estadual do Trabalho, Breno Ortiz.

Carteira Nacional do Artesão e do Trabalhador Manual – O artesão interessado em solicitar a Carteira Nacional do Artesão e do Trabalhador Manual, terá a oportunidade de realizar cadastro com os técnicos da Setrab, que atenderão de 4 a 6 de setembro, das 09h00 às 12h00, no Centro de Eventos Vereadora Juracema Holanda.

É necessário ter mais de 16 anos, apresentar cópia e original da identidade, CPF, comprovante de residência, 1 foto 3 x 4, cópia colorida do Portfólio dos produtos artesanais, apresentar duas peças artesanais de sua autoria e produzir outras sob o acompanhamento de funcionários da Setrab para teste de habilidade.

Com a aquisição da Carteira Nacional do Artesão e do Trabalhador manual, o artesão passa a ter uma identidade profissional e vai poder circular com mercadoria por todo o território Brasileiro com a isenção do ICMS, participar de feiras e eventos do setor em qualquer parte do mundo, ter acesso à Nota Fiscal Avulsa de Emissão Eletrônica (e-NFA), vender legalmente seu produto para grandes clientes, realizar empréstimos em instituições financeiras e participar de credenciamento para ministrar oficinas e cursos de artesanato.

“Em um período critico da economia, o Governo do Estado espera que os artesãos aproveitem a oportunidade realizando bons negócios com empresários locais e da capital, e, consequentemente, consigam ampliar suas vendas gerando lucro e renda para suas famílias”, pontua Breno Ortiz.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.