Amazonas Cultura

Shakespeare recebe homenagem no Recital Bradesco, no Teatro Instalação

Soprano Daniella Carvalho/Foto: Divulgação
Soprano Daniella Carvalho/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Um dos homenageados da 19ª edição do Festival Amazonas de Ópera, William Shakespeare, terá um espetáculo inteiramente voltado a ele, com O público podendo se deleitar e se apaixonar com o Recital Bradesco II – “Shakespeare In Love”, que acontecerá amanhã, segunda-feira (09), às 20h00, no Teatro da Instalação, na rua Frei José dos Inocentes, no centro de Manaus.
O recital nasceu da ideia de prestar homenagem aos 400 anos da morte de um dos maiores dramaturgos de todos os tempos. E, qual não foi a surpresa dos organizadores do evento ao perceberem que, dentre as músicas escolhidas, de compositores que se inspiraram em poemas ou textos da obra de Shakespeare, todas as músicas tratavam do tema “Amor”, desde o amor impossível, amores platônicos, fraternais…

Este marco, de quatrocentos anos da morte de Shakespeare, reforça o compromisso da Secretaria de Cultura do Estado em disseminar a cultura por meio de seus festivais e ações. “O Festival Amazonas de Ópera é mais um evento que leva à população o amor à cultura, ideal a ser valorizado por todos. O quadricentenário de Shakespeare nos lembra, também, da importância da escrita como um patrimônio universal extremamente valioso, pois na data de sua morte foi instaurado, pela UNESCO, o Dia Mundial do Livro”, declara o secretário estadual de cultura, Robério Braga.

O recital acontecerá no intimista Teatro da Instalação, com as belíssimas vozes de Daniella Carvalho (soprano) e Luisa Francesconi (meio-soprano) e a maestria de Marcelo de Jesus, no piano. No repertório, “Songs of the clown”, de Erich Wolfgang Korngold, “Salce, Ave Maria”, da Ópera em quatro atos “Otello”, de Giuseppe Verdi; “Deh Tu, bell’anima”, da Ópera “I Capulleti e I Montecchi”, Vincenzo Bellini; Suíte “Shakespeare in Love”, do filme “Shakespeare In Love”, de Stephen Warbeck; e “Duo Nocturne”, da Ópera em dois atos, “Béatrice et Bénédict”, de Hector Berlioz.

A apresentação recebe um apelo mais contemporâneo em que o ponto principal fica por conta da conexão estabelecida entre o público e os artistas. “Por isso que o local escolhido para este recital foi o Teatro da Instalação, que proporcionará um clima intimista para a apresentação, perfeito para essa proposta”, comenta o maestro Marcelo de Jesus.

Para explicar o nome dado ao recital, Marcelo de Jesus conta que ele surgiu em uma reunião, ao lembrarem da produção cinematográfica de 1998, de John Madden, protagonizado por Gwyneth Paltrow e Joseph Fiennes, de mesmo nome. O filme narra o início da carreira de um jovem e sonhador Shakespeare, que se apaixona por uma moça de outra casta, o que torna o relacionamento impossível. Na ficção, seria esse romance a inspiração do jovem dramaturgo para duas de suas maiores obras “Romeu e Julieta” e “Tristão e Isolda”, dois romances trágicos.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.