Educação

Sinepe/AM entregará Selo 2017 as escolas no dia 18 de outubro

O Selo Sinepe existe desde 2010/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
O Selo Sinepe existe desde 2010/Foto: Divulgação

O Selo Sinepe existe desde 2010/Foto: Divulgação

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado do Amazonas (Sinepe/AM) entrega, no dia 18 de outubro, o Selo Sinepe 2017 às 70 instituições associadas à entidade. A presidente do sindicato, Elaine Saldanha, destaca que o selo é uma chancela de que o estabelecimento de ensino está em situação totalmente regular.

“Para que uma escola funcione, deve atender a um série de normas, resoluções implementadas pelos conselhos municipal e estadual de educação. Essas exigências vão desde a parte pedagógica, no que diz respeito aos padrões do Ministério da Educação (MEC), até a estrutura física. As escolas que recebem o Selo Sinepe estão regularizadas perante os órgãos e ao sindicato. É uma segurança para os pais”, explicou Elaine.

De acordo com a presidente do sindicato, a matrícula em um estabelecimento de ensino irregular pode comprometer o histórico escolar do aluno e gerar muita dor de cabeça aos responsáveis. “Normalmente, uma escola regularizada não recebe um estudante oriundo de um local irregular, porque isso acarreta uma série de problemas para a instituição. E, no caso de alunos que concluem o Ensino Médio em um estabelecimento sem credenciamento, o transtorno é maior ainda, porque, com um certificado não reconhecido pela Secretaria de Educação, ele pode até perder matrícula em universidade, por exemplo”, reforçou.

Elaine afirma que as escolas receberão o Selo Sinepe em uma solenidade, no próximo dia 18, para que, no período de matrículas para o próximo ano letivo, os pais já tenham essa tranquilidade. “O selo deve sempre ficar visível aos responsáveis, para que, na hora de matricular os estudantes, eles tenham esse respaldo, essa segurança. Só recebem o Selo Sinepe as escolas totalmente regularizadas. Fazemos uma triagem, analisamos toda a documentação das instituições e, em caso de desacordo com as exigências, orientamos o estabelecimento de ensino para que se regularize”, acrescentou.

O Selo Sinepe existe desde 2010 e, para a presidente do sindicato, representa uma grande tranquilidade para os pais de alunos. “Os responsáveis são os maiores fiscalizadores das instituições. Temos, hoje, 70 escolas associadas, mas a notícia é que existem mais de 200 estabelecimentos de ensino privados em Manaus. É preciso ter muito cuidado na hora de escolher o ambiente escolar do seu filho, especialmente na educação infantil, que é um período crucial para a formação da personalidade. Ingressar em um local não regularizado representa um grande risco para o estudante. Infelizmente, além da questão pedagógica, vemos até casos de violência, de acidentes, de falta de segurança. Isso deve ser analisado pelos pais”, frisou.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.