Brasil Política

S&P fez uma avaliação política ao rebaixar nota do Brasil, diz Levy

Ministro Joaquim, em coletiva esta tarde/Foto: Divulgação
Ministro Joaquim, em coletiva esta tarde/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, voltou a dizer que o governo precisa construir uma ponte de estabilidade fiscal para fazer uma travessia desse momento, destacando que esse processo deve ser resultado de uma combinação de receitas e despesas. Paraele, a decisão da agência Standard & Poor’s de rebaixar a nota de crédito do País teve um viés político.
“A falta de clareza naquela ocasião fez essa agência fazer uma avaliação política, como ela fez aqui uma avaliação política agora, de que poderia ter dificuldades para atingir o objetivo fiscal necessário”, afirmou o ministro durante a coletiva concedida na tarde de hoje, quinta-feira (10).

Levy também afirmou que um conjunto de ações será divulgado no final de setembro, mas não deu maiores detalhes sobre as medidas. “A situação fiscal do Brasil e os desafios são bem entendidos”, afirmou há pouco, em coletiva de imprensa. De acordo com o ministro, o governo enviou ao Congresso a proposta de Orçamento de 2016 com déficit “para mostrar a necessidade de deixar um caminho para garantir que o Orçamento seja compatível com a meta da LDO, de 0,7% do PIB”. O objetivo, de acordo com Levy, será alcançado com processo de consulta ao Congresso.(Terra/IstoÉ)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.