Brasil Destaques Política

STF retira investigações sobre Lula da competência de Sérgio Moro

Ministros do STF votam com relator Zavascki/Foto: STF
Ministros do STF votam com relator Zavascki/Foto: STF
Redação
Escrito por Redação

A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), votou pelo envio das investigações sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na operação Lava Jato ao STF, acompanhando o relator do processo, Teori Zavascki, sendo seis votos a favor do relator e um votou contra.
Para ministros, nas conversas interceptadas pelo juiz Sergio Moro, há telefonemas com a presidente Dilma, que tem foro privilegiado por ser presidente e que, por isso, elas deveriam ter sido remetidas ao STF.

Zavascki determinou a remessa ao STF dos processos judiciais que envolvam o ex-presidente em trâmite na 13.ª Vara Federal de Curitiba, de Sergio Moro. Para o ministro, o fato de as conversas interceptadas pelo juiz Moro terem telefonemas com a presidente Dilma Rousseff, que tem foro privilegiado, elas deveriam ter sido remetidas à corte Suprema.

Teori criticou o modo como as ligações foram divulgadas, porém, disse que os efeitos da divulgação são irreversíveis.

O ministro Edson Fachin complementou o voto de Teori Zavascki dizendo: “Tendo em vista que todos os procedimentos já se encontram sob a análise do STF, cabe a esta Corte verificar e julgar o mérito de sua competência e o andamento dos procedimentos. ”(Terra)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.