Amazonas Esportes

STJD pune Emerson Sheik com um jogo por ter xingado árbitro

Emerson Sheik xinga árbitro e leva um jogo/Foto: Arquivo
Emerson Sheik xinga árbitro e leva um jogo/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

O Flamengo não deve poder contar com o atacante Emerson Sheik no próximo jogo pelo Campeonato Brasileiro, contra o Cruzeiro, quinta-feira, no Maracanã. O jogador foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva em julgamento na tarde de hoje, terça-feira, na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Ele foi denunciado após xingar o árbitro Wilton Pereira Sampaio no intervalo do jogo contra o Vasco, pela Copa do Brasil (veja no vídeo abaixo). O Rubro-Negro, porém, vai entrar com um pedido de efeito suspensivo. A procuradoria também vai recorrer – e, com isso, a pena pode até aumentar.
Emerson foi denunciado no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A pena para este caso poderia chegar a até seis jogos e multa que pode chegar a R$ 100 mil. A Procuradoria chegou a adicionar na denúncia que Sheik é reincidente no caso, lembrando o incidente quando atuava pelo Botafogo, em 2014, quando disse que a CBF era uma vergonha, o que pesou contra o jogador. No entanto, o atacante acabou pegando a pena mínima do artigo 258 (prática antidesportiva).

A pena terá que ser cumprida no Campeonato Brasileiro. Isso ocorre porque o Flamengo já foi eliminado da Copa do Brasil. Neste caso, reza o artigo 171 do CBJD que a suspensão seja cumprida na próxima partida de competição organizada pela mesma entidade, no caso, CBF. O caso é semelhante ao do lateral-esquerdo André Santos, em 2013. Expulso no último jogo da final da Copa do Brasil, ele foi julgado e condenado na véspera da última rodada do Brasileirão daquele ano, mas acabou entrando em campo contra o Cruzeiro. O Flamengo foi punido com a perda dos pontos e só não foi rebaixado para a Série B porque a Portuguesa também perdeu pontos ao escalar o meia Héverton, também suspenso no STJD, no jogo contra o Grêmio.

O lateral-direito Pará, enquadrado no artigo 250 do CBJD, recebeu apenas uma advertência. O lateral-direito foi expulso aos 42 minutos do segundo tempo após cometer falta em Nenê. O clube disse que vai recorrer da decisão.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.