Amazonas Economia

Superintendência da Suframa atrai nova missão empresarial chinesa

suframa
Redação
Escrito por Redação

Uma comitiva empresarial chinesa, esteve na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) na terça-feira (19) e em visita à superintendente da autarquia, Rebecca Garcia, confirmou as ações de prospecção de negócios na Zona Franca de Manaus (ZFM).  

Liderada pela Câmara Comercial e de Relações Econômicas e Culturais Brasil-China, situada em São Paulo, o grupo deve aprofundar os conhecimentos acerca dos incentivos praticados na Amazônia Ocidental e nos municípios de Macapá e Santana, no Amapá.

Com apoio do governo da China, a comitiva apresentou diversas demandas para estreitar as relações entre os dois países, dando ênfase à região coberta pelos incentivos tributários ofertados pelo modelo ZFM. Produtos e serviços altamente consumidos pelo país asiático e seus parceiros comerciais – tais como ervas medicinais, placas de energia solar e gêneros alimentícios – foram destacados pelos empresários à equipe técnica da SUFRAMA, como exemplos de como aumentar a integração comercial entre os países.

Com interesse em expandir a participação de investimentos chineses na região, em especial na área de energia renovável, a SUFRAMA apresentou à comitiva os principais aspectos da Zona Franca de Manaus, suas potencialidades e estrutura, que englobam as atividades industrial, comercial e agropecuária. As vantagens comparativas, que fazem com que a área coberta pelo modelo ZFM seja diferenciada no País, também foram abordadas na apresentação feita pela autarquia.

As questões logísticas regionais, que permitem a chegada de insumos e a distribuição dos produtos oriundos do Polo Industrial de Manaus (PIM), foram apresentadas aos empresários chineses, que demonstraram interesse nas perspectivas de escoamento direto da produção local via Oceano Pacífico, cuja viabilidade está cada vez mais próxima devido a acordos com países amazônicos.

“Diante do que foi apresentado nesta reunião, existem várias possibilidades de acordo entre a Zona Franca de Manaus e a China”, ressaltou a superintendente Rebecca Garcia, que propôs a assinatura de um memorando de entendimento que permita avançar nas negociações entre as duas regiões.

O presidente da Câmara Comercial e de Relações Econômicas e Culturais Brasil-China, Shie Chun Kuang, afirmou que “apesar da distância, os dois países são parceiros comerciais e a China considera muito importante investir no Brasil, fortalecendo os laços governamentais”.

Intercâmbio

Como forma de incentivar a divulgação das potencialidades da Zona Franca de Manaus no mercado asiático, Kuang convidou representantes da SUFRAMA para viajar à China e apresentar – em conjunto com uma missão empresarial local – os destaques regionais. A visita, previamente agendada para o mês de abril, deve ser complementada com a participação da SUFRAMA em uma feira internacional realizada na China no mês de setembro, na qual representantes de diversos países asiáticos – tais como Tailândia, Cingapura e Vietnã – estarão presentes para prospecção de negócios.

Texto/foto: Márcio Gallo

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.