Saúde

Susam e Semsa discutem medidas para melhorar o atendimento na saúde

Redação
Escrito por Redação

As Secretarias Estadual e Municipal de Saúde (Susam e Semsa) já começaram a discutir medidas que possam reorganizar o fluxo de atendimento nas unidades de saúde da Atenção Primária, visando reduzir a sobrecarga dos pronto-socorros da capital. Em reunião realizada na sede da Susam, os titulares das duas secretarias – Pedro Elias de Souza e Homero de Miranda Leão – e um grupo de técnicos definiram os primeiros passos da agenda.“Foi uma primeira reunião de trabalho, na qual definimos os eixos principais que deverão orientar esta parceria. Agora, vamos formatar propostas – algumas das quais já vinham sendo estudadas pelas duas secretarias. O que esperamos é avançar para medidas concretas, que possam assegurar a melhoria do atendimento prestado à população”, disse o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias.

 
Os principais eixos de discussão definidos pelo grupo técnico foram: a proposta já formatada pela Semsa para ampliar e reestruturar a rede de atenção básica; a rede de urgência e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); e a assistência especializada ambulatorial e hospitalar.

Já na próxima semana, Pedro Elias e Homero, acompanhados de suas equipes técnicas, voltarão a se reunir para discutir em detalhes o primeiro eixo, que trata dos serviços ofertados não apenas nas Unidades Básicas de Saúde da Semsa mas, também, nos Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs) e Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (CAIMIs), gerenciados pela Susam, e na rede de policlínicas, de ambas as secretarias.

“Consideramos muito importante esse movimento de interação entre as duas secretarias, em torno de um objetivo comum, que é melhorar o atendimento prestado à população. É um processo complexo, que exige, inclusive, a mudança de conceitos e atitudes dos próprios usuários do sistema, na sua maneira de utilizar os serviços da rede pública de saúde”, frisou Homero de Miranda Leão.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.