Cidades

Tarifa de ônibus fica mais caro na sexta feira (01)

Tarifa aumenta, mas melhorias, não tem/Foto: Divulgação
Tarifa aumenta, mas melhorias, não tem/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O reajuste foi solicitado com base no estudo realizado pela consultoria Ernst & Young durante pesquisa realizada em Manaus.

Em decisão judicial da 2ª Câmara Cível, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), publicada nesta segunda-feira (27), ficou determinado o reajuste imediato de 12,37% na tarifa do transporte coletivo de Manaus. Com a aplicação do percentual o novo valor, de R$ 3,54, será cobrado a partir desta sexta-feira (1).

A ação foi proposta pelas empresas concessionárias do serviço pedindo o cumprimento do contrato firmado com o poder público. O reajuste foi solicitado com base no estudo realizado pela consultoria Ernst & Young, que apontou o percentual necessário para o reajuste na tarifa do transporte coletivo da cidade, que está congelado há três anos. Com base em estudos próprios, a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) reconheceu a defasagem no percentual de 12,37%.

De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), Carmine Furletti, a nova tarifa vai trazer fôlego para as empresas poderem honrar seus compromissos com os colaboradores e fornecedores, pois as mesmas, também, estão passando por dificuldades.

“Com esse reajuste prevalece a segurança jurídica e o respeito aos contratos. Para nós o importante é que seja um preço justo e que cubra os custos do sistema. Assim poderemos arcar com os custos do serviço, o que não vem ocorrendo atualmente, com a tarifa vigente”, informa Furletti.

Desde agosto de 2011, quando iniciaram os contratos, até 31 de março de 2016, a inflação, segundo o INPC/IBGE, foi de 38,91%. Por sua vez, os custos específicos do transporte coletivo de Manaus aumentaram em 49,91%.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.