Amazonas Esportes

Técnico Levir Culpi chora na despedida do Atlético-MG

As lágrimas de Levir Culpi/Foto: Fernando Martins
Redação
Escrito por Redação

Levir Culpi não é mais o técnico do Atlético-MG. Emocionado, o treinador comunicou a saída dele do clube na manhã de hoje, quinta-feira na Cidade do Galo. Não segurou as lágrimas ao dizer “até logo” e avisou que vai escrever um livro sobre a história dele no comando do time alvinegro.
– No fundo, no fundo… (parou e chorou)… eu gostaria que vocês falassem: “Você é um cara legal”. Pronto. É isso! Até breve!

Assim o treinador encerrou o rápido pronunciamento. Embora, tenha dito “até breve”, no início da coletiva, Levir comentou que estaria encerrando o ciclo no Atlético-MG e, também, com Minas Gerais, pois não se imaginava voltando ao estado. Foi treinador do Galo por quatro vezes e três do Cruzeiro. Mas encerrou a declaração aos jornalistas dizendo “até breve”.

Após a atividade de hoje na Cidade do Galo, o treinador deixou o campo conversando com o assessor de imprensa do clube, Domênico Behring, em direção as dependências internas do clube. Lá, se despediu dos comandados antes de encaminhar-se para a sala de imprensa, onde fez o emocionado comunicado anunciando sua saída. Antes do adeus, comentou que gostaria de comandar o time nos dois jogos que restam no Brasileiro – Grêmio e Chapecoense.

– Havia uma possibilidade, mas acabou. A diretoria chegou à conclusão de que não deveríamos seguir nosso trabalho.

O treinador lembrou que a saída dele coincide com o aniversário de um ano da conquista do inédito título da Copa do Brasil. Quando falou sobre isso, se emocionou pela primeira vez. Na segunda vez, foi quando encerrou os comentários sobre a saída do clube.

– Então, é isso – disse, com a voz embargada.

Ele chegou a interromper o pronunciamento quando começou a se despedir. E, pela terceira vez se emocionou. De uma vez, se levantou e deixou a sala de entrevistas.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.