Política

Temer não descarta CPMF e defende idade mínima para a aposentadoria

Redação
Escrito por Redação

Nesta quinta-feira (2), em entrevista ao SBT, o presidente interino Michel Temer defendeu o estabelecimento de uma idade mínima para a aposentadoria, inclusive para servidores públicos. Ele também afirmou que não descarta a volta da CPMF.

“(Estabelecer) Idade mínima, sem dúvida. E, também, tempo de contribuição. Mas, não queremos prejudicar os trabalhadores que estão no mercado de trabalho. Se for necessário, nós estipularemos regras de transição. Se o prazo é de 35 anos de contribuição, talvez quem tenha, sei lá, 20 anos ou 15 anos, tenha que contribuir mais um ano, mais um ano e meio. Mas isso é em benefício do próprio cidadão que no futuro vai se aposentar. Porque se o poder público não tiver recursos quando ele se aposentar, pior pra ele”, disse.

Segundo informações do O Globo, o presidente interino disse que tentará evitar novos impostos, mas, caso não seja possível, os tributos serão provisórios.

“Descartado, não está (a volta da CPMF). Mas, espero evitar. Se for possível evitar a imposição de impostos, eu o farei. Estou dependendo das análises da equipe econômica. Mas, se vier, note que estou colocando no condicional, (o imposto) terá que ser temporário”.

Questionado sobre se a regra da idade mínima valeria para servidores públicos, Temer foi direto:
“Acho que sim. A idade mínima dá uma certa igualdade e isonomia. Penso que os servidores públicos não se abalariam”.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.