Política

Temer reconhece que não tem votos para passar o impeachment

Redação
Escrito por Redação

Reportagem do Estadão, revela que o Palácio do Planalto tem apenas 38 votos pela cassação da presidente Dilma Rousseff. Para aprovar o impeachment, no entanto, são necessários 54 votos.

“Pela estimativa do Planalto, a cassação de Dilma está nas mãos de 15 senadores. Hoje, 38 se posicionam a favor do impedimento – são necessários 54. O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, se recusa a revelar a ‘estratégia’ para evitar a volta da petista”, diz um trecho da matéria assinada pelos jornalistas Pedro Venceslau e Valmar Hupsel Filho.

A matéria denuncia o balcão de negócio que virou o Planalto, que tenta cabalar votos entre os senadores indecisos.

Pelo andar da carruagem, ouviremos logo o slogan “adeus, querido” para o presidente interino Michel Temer (PMDB).

A dificuldade para aprovar o afastamento definitivo de Dilma ganhou dois novos ingredientes: 1- a perícia do Senado atesta que não houve pedalada fiscal; e 2- a presidente eleita convocará plebiscito para encurtar o próprio mandato e antecipar a eleição.

(Esmael Morais)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.