Amazônia Tocantins

TO: Operação apreende 941 produtos impróprios e interdita fábrica de sorvete

fabrica-interditada
Redação
Escrito por Redação

A operação Pró-consumidor apreendeu 941 produtos impróprios para consumo e uma fábrica clandestina de sorvete foi interditada em Paranã, a 304 km de Palmas. A ação, que aconteceu entre a última terça-feira e ontem, fiscalizou todos os supermercados, açougues e padarias. A operação é de realização conjunta do Ministério Público Estadual (MPE), Procon e Vigilância Sanitária.

Ao todo foram 21 estabelecimentos percorridos, sendo que 15 deles foram autuados por expor à venda produtos impróprios para consumo. Os produtos apreendidos estavam com a validade vencida ou sem a informações necessárias no rótulo.

Produtos
Segundo informações MPE, entre os produtos apreendidos estavam 95,8 quilos de carnes e derivados e 19 quilos de queijo, um grande número de peças de mortadela que eram mantidas de forma inadequada ou estavam vencidas.

A operação também apreendeu medicamentos de uso veterinário que estavam expostos para vendas. Esse tipo de produto tem a venda restrita a casas agropecuárias.

Interdição
Durante a ação, a equipe de fiscalização encontrou um distribuidor de sorvete e picolés. Os produtos vendidos estavam sem data de validade e as informações técnicas necessárias. Além disso, a embalagem era inadequada. Ao encontrar esses produtos, a equipe interditou a fábrica foi interditada, que produzia os sorvetes e picolés. Ela era clandestina e não atende às normas sanitárias. O estoque da fábrica foi apreendido, ao todo foram 245 quilos de sorvete, 620 picolés e 561 itens de cremosinho.

Os alimentos apreendidos foram descartados no aterro sanitário do município. Já os medicamentos apreendidos foram encaminhados para Palmas para o descarte adequado.

(Jornal de Tocantins)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.