Amazônia Tocantins

TO: Seduc planeja adoção de frequências eletrônicas em escolas públicas

seduc-tocantins
Redação
Escrito por Redação

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) planeja junto à equipe de Tecnologia e Inovação a integração dos sistemas de informação do órgão. A proposta é que os 20 sistemas que já funcionam, sejam trabalhados em um único local, para dar melhor efetividade às informações. Alinhado a isso, o órgão também pretende adotar as frequências eletrônicas nas escolas públicas do Tocantins, através de um aplicativo.De acordo com o secretário Adão Francisco, o objetivo é que, com as informações integradas em um único sistema haverá melhor compreensão do quadro, no contexto da educação, bem como garantir a projeção de análise de dados que orientem sobre a realidade da educação. “Intencionamos que, a partir do segundo semestre deste ano, já tenhamos definido esse quadro de integração de sistema e ao mesmo tempo possamos operar e melhorar com o uso das informações para fazer uma melhor gestão”, informou.

 
O sistema de frequência eletrônico, que já é a adotado em outras escolas públicas do País, está próximo a chegar nas escolas do Tocantins. “Vale lembrar que teremos a comunicação em tempo imediato com os responsáveis pelos alunos nas escolas. Com a implantação do registro eletrônico, os pais terão informações do aluno a partir do momento em que ele entra na escola”, disse o secretário.

Ele explicou que professores e técnicos serão capacitados para utilizar esse conjunto de informações e chamou atenção ao sistema eletrônico para que o tempo em sala de aula seja otimizado. “Nesse sistema, os pais receberão um conjunto de informações sobre a dimensão da escola, desde a frequência até problemas relacionados à aprendizagem do seu filho. Os professores também poderão utilizar exclusivamente o seu tempo em sala, dando aulas”, ressaltou Adão Francisco.

Segundo o superintendente de Tecnologia e Inovação, Maurício Reis Nascimento, a unificação dos sistemas da Seduc facilitará melhor utilização e acesso às informações. Sobre a frequência eletrônica, ele ressaltou que a previsão é que a partir de 2016 o aplicativo já esteja em funcionamento. “Estamos planejamento para ocorrer em breve a unificação dos sistemas. Obedecendo aos critérios de licitações, a previsão é que o aplicativo de frequência eletrônica escolar esteja funcionando no ano que vem. Iremos planejar para que isso aconteça da melhor forma possível”, finalizou.

(Seduc TO Gov)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.