Cidades

Três pessoas morrem em acidentes; uma das vítimas teve o braço arrancado

Francinaldo-Lobato
Redação
Escrito por Redação

Três acidentes foram registrados nesta quarta-feira (27), na Zona Rural e Zona Leste de Manaus. Dentre as causas dos acidentes estão um atropelamento e duas colisões. Dois homens e uma criança não resistiram aos ferimentos.

O primeiro acidente aconteceu no início da manhã, no Ramal do Pau Rosa, localizado no quilômetro 21, da rodovia BR-174, que liga Manaus a Boa Vista. Lohana Nascimento dos Santos, de apenas dois anos, morreu atropelada por um veículo modelo Kombi, cor branca, placa JXI-1077, conduzido pelo pai dela, Gilvan dos Santos Lima. Ele não percebeu que a filha estava atrás do carro ao sair de marcha ré.

Após o acidente, Gilvan imediatamente prestou socorro à filha e a levou para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Rinaldi Abdel Aziz, na Zona Norte da capital, mas Lohana não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já por volta das 17h15, Luiz Michel Andrade da Silva, de 30 anos, morreu no Pronto-Socorro (PS) Dr. João Lúcio, na Zona Leste, após a motocicleta que pilotava modelo Honda/CG 125, cor preta, placa NOL-6240 colidir violentamente contra um carro modelo Santana, cor prata, placa JXX-9950.

O acidente ocorreu entre a Rua Frei Bruno Currier e Avenida Autaz Mirim, no bairro Tancredo Neves, Zona Leste. A vítima chegou a ser levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o HPS Dr. João Lúcio, onde morreu devido à gravidade dos ferimentos.

O terceiro acidente ocorreu por volta das 20h30, na Alameda Cosme Ferreira, próximo ao parqueamento do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e da Empresa Amazon Ecomix, no bairro Colônia Antônio Aleixo, também na Zona Leste da cidade.

Francinaldo Lobato da Silva, de 24 anos, morreu ao colidir frontalmente contra um veículo modelo Gol. Ele pilotava uma motocicleta modelo Honda. Por conta da violência do acidente, Francinaldo teve dilacerações na perna esquerda e o braço esquerdo arrancado.

Conforme testemunhas, Francinaldo trafegava em alta velocidade e horas antes já havia caído da motocicleta. O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

Por Josemar Antunes

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.