Esportes

Trio amazonense se destaca nos EUA no Dallas Open de Jiu-Jítsu

Trio amazonense Lukas Matheus Aguiar, Emanuel Castro e Matheus Gabriel Barros/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Trio amazonense Lukas Matheus Aguiar, Emanuel Castro e Matheus Gabriel Barros/Foto: Divulgação

  Trio amazonense Lukas Matheus Aguiar, Emanuel Castro e Matheus Gabriel Barros/Foto: Divulgação

O fim de semana para o trio amazonense Lukas Matheus Aguiar, Emanuel Castro e Matheus Gabriel Barros será novamente de muito desafio. Os garotos estão nos Estados Unidos desde 30 de agosto para uma temporada de competições e neste sábado e domingo, 17 e 18, participam do Dallas Open. A próxima parada é o Pan-Americano sem Kimono, em Nova York, nos dias 31 e 1º de outubro. Os atletas contam com o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A primeira grande prova de fogo dos feras foi o Grand Slam de Jiu-Jítsu, em Los Angeles, dias 3 e 4 de setembro. Por este evento, o faixa azul Lukas Matheus conquistou duas medalhas de ouro pelo peso médio, até 73 kg, com kimono e sem kimono.

“Gostaria de agradecer a todos que torceram e me parabenizaram, muito obrigado por todo apoio e vou em busca de mais ouros. O Grand Slam foi uma competição chancelada pelos organizadores de Abu Dhabi, e era muito importante para mim. Agora é o Dallas, e para ele estou treinando quase quatro horas por dia, focando e mantendo o peso. O sonho não pode parar”, destacou Lukas.

Outro que se deu bem no Grand Slam foi o faixa roxa Matheus Gabriel, pela categoria 62 kg, sem kimono. O jovem de 19 anos é o único do trio, inclusive, que vai dar uma esticada na viagem para participar do Mundial No-Gi, dia 2 de novembro, em Los Angeles. Ao todo, serão quatro eventos que o amazonense vai participar.

“Agradeço a Deus por esta vitória, pois eu estava muito focado em ser campeão do Abu Dhabi Grand Slam LA No-Gi 2016. Quero agradecer também a minha equipe Checkmat/SD, os meus professores, patrocinadores e a todos que torcem por mim. Obrigado também ao secretário Fabrício Lima e a próxima parada é o Dallas, o qual pretendo também arrastar conquistas e, para isso, sei que preciso passar com bom desempenho pelos donos da casa, que são os meus principais adversários”.

Anotando mais de 10 anos de Jiu-Jitsu, o Grand Slam foi um dos poucos eventos que Emanuel Castro não subiu ao pódio. Mesmo assim, para o Dallas e Pan-Americano, a confiança está renovada. “Eu sabia que teria alguns desafios pela frente, pois eu estava acostumado até o final do ano passado a lutar pela Juvenil. Agora, com a faixa roxa, fui para a Adulto e é uma categoria muito diferente, pois os atletas dela tem muita força. Porém, estou afinando meu jogo e trabalhando o psicológico para chegar lá e fazer o meu melhor”, comentou.

Nos Estados Unidos, os atletas amazonenses estão treinando na academia Guy Mezger’s Combat Sports Club, com o mestre Keiser Girão, que faz parte da Checkmat. “Esses meninos são fantásticos e uma das mais promissoras gerações do Jiu-Jítsu, representando não somente Manaus, como o Brasil inteiro. São garotos, mas que já ganharam títulos extremamente importantes, como este do Grand Slam, e estão próximos do Pan Americano”, destacou Girão.

Os atletas amazonenses estão treinando na academia Guy Mezger's Combat Sports Club.

Os atletas amazonenses estão treinando na academia Guy Mezger’s Combat Sports Club.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.