Mundo

Turquia promete criar faixa de segurança na Síria, após ataque ao EI

Tanques turcos na fronteira com a Síria/Foto: Reuters
Redação
Escrito por Redação

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Cavusoglu, prometeu hoje, sábado, que o país irá criar uma faixa de segurança para os refugiados no norte da Síria após o início da ofensiva turca contra o Estado Islâmico (EI). Caças turcos atacaram durante a madrugada deste sábado (25) posições do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque, informou em comunicado o primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu.
“Defendemos uma faixa de segurança e exclusão aérea. Dissemos que já é preciso estabelecer na Síria uma zona de segurança para concentrar nela os refugiados. A faixa da qual limparemos o EI será de segurança”, garantiu o ministro em entrevista coletiva transmitida pela emissora “NTV”.

O chefe da diplomacia turca confirmou que as bases aéreas do país, como a de Incirlik, no sudeste, poderão ser usadas pelos integrantes da coalizão internacional que luta contra os jihadistas, algo antecipado ontem pelo ministério em comunicado.

“Decidiremos quais países serão de forma conjunta com os Estados Unidos”, acrescentou.

Perguntado se os caças turcos tinham penetrado o espaço aéreo sírio na madrugada de hoje para efetuar os bombardeios contra posições do EI, como revelou a imprensa local, Cavusoglu se limitou a dizer que a Turquia continuará tomando as medidas que considerar necessárias para garantir sua segurança.

O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, tinha afirmado ontem que os aviões que participaram do primeiro bombardeio não deixaram o espaço aéreo do país, mas alertou que não hesitaria em ordenar que eles ultrapassassem a fronteira caso seja preciso.

Cavusoglu destacou a ameaça que o EI representa para a Turquia, lembrando o atentado suicida de Suruç, que matou 32 pessoas na última segunda-feira. Também prometeu a levar a cooperação antiterrorista com os Estados Unidos “a uma nova dimensão”.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.