Entretenimento Mundo

U2: Bono cita brasileiros ao criticar Donald Trump

Redação
Escrito por Redação

A banda irlandesa U2 se apresentou em um evento de tecnologia em San Francisco chamado Dreamforce.

Por lá, durante a pausa em “Bullet The Blue Sky”, o vocalista Bono interagiu com vídeos que mostravam o candidato à presidência dos EUA, Donald Trump, em seus discursos.

No início, Bono dá ênfase a episódios onde Trump afirmou que “é muito, muito rico”, perguntando algo como “e daí?”

Depois, ele pergunta qual é o plano de Trump para “essa grande nação”, e então entra um vídeo do Republicano dizendo que irá construir um muro entre os EUA e o México, pago pelo México.

donald-trump-u2

Bono compara a construção com o Muro de Berlim e a Grande Muralha da China, e após o vídeo de Trump ser reprisado, o vocalista do U2 diz:

Candidato, você entende que não é apenas o povo Mexicano que terá um problema com esse seu muro. É todo mundo que ama o ideal dos Estados Unidos. Como os Irlandeses, por exemplo. Ou os Franceses, ou os Brasileiros, todo mundo que ama o ideal dos Estados Unidos.

Todo mundo que acredita no que leu aos pés da Estátua da Liberdade: ‘Dêem-me os cansados, os pobres, suas massas apinhadas, que anseiam por respirar a liberdade.’

Bono fez menção ao poema O Novo Colosso, de Emma Lazarus, que está gravado em uma placa no pedestal da Estátua da Liberdade em Nova York.

Ele ainda termina dizendo que as pessoas de bem não irão ficar quietas enquanto Trump destrói o sonho americano e ainda diz que ele está demitido, fazendo menção ao programa de televisão O Aprendiz, que Trump apresentava e onde demitia pessoas a cada episódio.

Você pode assistir ao vídeo logo abaixo.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.