Curiosidades

Último fabricante de videocassetes no mundo encerra produção

A Funai Electronics fabrica videocassetes desde 1983/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
A Funai Electronics fabrica videocassetes desde 1983/Foto: Divulgação

A Funai Electronics fabrica videocassetes desde 1983/Foto: Divulgação

O fabricante japonês de aparelhos eletrônicos Funai anunciou nesta sexta-feira (22) que vai encerrar a produção de videocassetes, deixando assim de ser a única empresa do mundo que ainda fabricava esses aparelhos.

A Funai Electronics fabrica videocassetes desde 1983, tanto com sua própria marca, como também com o logotipo de outras empresas, como Sharp, Toshiba, Denon ou Sanyo. A Funai era a única que continuava a fabricar gravadores e reprodutores para um formato audiovisual considerado obsoleto, o VHS, depois de a Panasonic ter encerrado sua produção, há quatro anos.

Segundo a empresa, um fornecedor não irá mais fabricar componentes fundamentais do videocassete, o que obriga a empresa a encerrar a produção, apesar de ainda haver demanda.

“Uma empresa que estava fabricando componentes para nós disse que era muito difícil continuar produzindo-os com um nível tão baixo de vendas e decidiu parar a produção, o que nos levou a tomar nossa decisão”, disse um porta-voz da companhia.

A maioria dos videocassetes da Funai é vendida nos Estados Unidos, muitos deles com a marca Sanyo, para pessoas que têm grandes coleções em VHS. Uma pesquisa realizada há alguns anos pela Gallup revelava que 58% dos americanos ainda tinham um videocassete em casa.

NEM TÃO TECNOLÓGICOS
Apesar de os japoneses serem conhecidos pelo seu apreço à tecnologia, as fitas de videocassete ainda são populares também no país, e redes de aluguel de DVD seguem presentes. O porta-voz da Funai disse que a empresa recebeu uma série de telefonemas de proprietários japoneses de fitas de vídeo que ainda não copiaram suas gravações de casamento ou outras ocasiões especiais para outros formatos.

A Sony já havia abandonado em 2002 a produção de gravadores Betamax e anunciou, no ano passado, que deixaria de fabricar as fitas deste sistema, rival do VHS, desenvolvido por outro fabricante de eletrônica japonês que acabou formando parte da JVC depois.

A Funai, com sede em Osaka, no oeste do Japão, chegou a vender cerca de 15 milhões de videocassetes por ano durante a época de maior popularidade do produto, entre meados dos anos 1980 e 1990, mas em 2015 vendeu apenas 750 mil. Atualmente, as unidades são produzidas na China.

(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.