Amazonas Política

Universidade Aberta da Terceira Idade ganha nova sede, inaugurada hoje (31)

Melo na solenidade de inauguração da Unati/Foto: Roberto Carlos
Melo na solenidade de inauguração da Unati/Foto: Roberto Carlos
Redação
Escrito por Redação

Com cerca de 2.500 pessoas atendidas em cursos e oficinas atualmente, a Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI) ganhou nova sede, mais ampla e moderna, inaugurada pelo governador José Melo na manhã de hoje, sexta-feira (31), que destacou, durante a solenidade, que a oferta de políticas públicas para melhorar a qualidade de vida da população idosa do Estado, é uma prioridade do Governo do Amazonas e que as próximas metas são a autonomia da instituição e a ampliação de suas atividades para os municípios do interior.
Melo ressaltou que a nova sede, na avenida Brasil, bairro Santo Antônio, vai proporcionar às pessoas atendidas pela UnATI mais conforto e melhor qualidade nos serviços oferecidos. “O Estado tem buscado proporcionar a essas pessoas uma velhice mais saudável e feliz. Durante muito tempo os alunos ficaram em prédios emprestados e, agora, estão aqui, abrigados em uma sede própria. Onde tivermos um idoso, vamos ter também a mão amiga do Estado, oferecendo a oportunidade de construir uma vida saudável”, destacou José Melo.

Ocupando uma área de 400 metros quadrados, as novas instalações comportam oito salas de aula, salas de música e dança, ambulatórios, laboratórios de informática e de pesquisas, além de auditório com capacidade para cem pessoas. A instituição, que iniciou suas atividades há oito anos, funcionava no terceiro andar das instalações da ESA – Escola Superior de Ciência da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), localizada no bairro da Cachoeirinha, zona sul de Manaus.

O governador afirmou que o próximo objetivo é encontrar uma forma de garantir autonomia orçamentária à UnATI, para que ela se torne uma instituição independente. Atualmente está vinculada à estrutura administrativa da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Ele afirmou que, futuramente, a ideia também é levar os serviços da instituição para o interior do Estado, como aconteceu com a UEA e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). “O objetivo é, ao longo dos próximos anos, interiorizar não só os serviços da UnATI, mas todas as ações do Governo do Estado do Amazonas”, ressaltou.

Durante a solenidade de inauguração, José Melo também elogiou o trabalho realizado pelo diretor da UnATI, o médico Euler Ribeiro, que dedica seus conhecimentos como geriatra para aperfeiçoar a gestão de serviços oferecidos aos idoso na instituição.

Na ocasião, o governador destacou ainda a parceria que o Estado está costurando com a Confederação Andina de Fomento (CAF) para o financiamento da Cidade Universitária da UEA, que está sendo construída em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus). O Governo do Amazonas prevê um total de investimentos da ordem de US$ 458,3 milhões com financiamento da CAF. A contrapartida do Estado é de US$ 136,2 milhões. A expectativa é que o contrato de financiamento seja efetivado em 2016.

Nova estrutura – A nova sede da UnATI dispõe de uma estrutura totalmente adaptada às necessidades do idoso, tornando a instituição mais uma referência na promoção da qualidade de vida e integração da população da terceira idade ao convívio social.

Com o novo prédio, a UnATI vai ampliar os serviços médicos oferecidos no Núcleo de Orientação Gerontológica (NOG). No local, os idosos terão acesso a atendimentos de diversas especialidades, entre elas, oftalmologia, psicologia, odontologia, enfermagem, nutrição, fisioterapia médico geriatra, além do serviço de visita familiar.

Atualmente a instituição atende mais de 2.500 idosos, estudantes, cuidadores de idosos e profissionais de diversas áreas. Os idosos participam de mais de 30 modalidades de cursos e oficinas. Outro serviço oferecido é a Pós-Graduação em Gerontologia e Saúde do Idoso, por meio da qual mais de 360 profissionais já foram formados.

A nova sede é batizada com o nome de Américo Piquet Carneiro, em homenagem ao médico que criou e fundou a primeira Universidade Aberta da Terceira Idade do Brasil, no Estado do Rio de Janeiro.

A universidade – A UnATI foi criada em novembro de 2007 como núcleo de ensino, pesquisa e extensão e assistência sobre questões relativas ao envelhecimento humano. O objetivo é produzir e disseminar conhecimentos por meio do desenvolvimento de ensino e pesquisa no processo de envelhecimento aos profissionais dos diversos campos do conhecimento. A instituição também tem como missãoa integração social e cultural das pessoas da terceira idade, por meio de atividades esportivas, culturais e artísticas.

Segurança Pública – Durante entrevista coletiva na solenidade de inauguração da nova sede da UnATI, o governador José Melo informou que, em reunião com de governadores com a presidente Dilma Rousseff na quinta-feira, dia 30, em Brasília, defendeu que o Governo Federal amplie o apoio no combate ao narcotráfico nas fronteiras do Brasil, especialmente com a Colômbia e o Peru. Ele ressaltou que pretende apresentar um projeto à Presidência da República para que o Exército Brasileiro passe a atuar de forma mais forte contra esse tipo de crime na fronteira.

Para o governador, apenas com o combate ao tráfico de drogas é possível reduzir os índices de violência que atingem as grandes cidades. Ele destacou o trabalho realizado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), que em seis meses apreendeu mais de quatro toneladas de entorpecentes em todo o Estado.

José Melo também afirmou que está em planejamento a construção de um presídio agrícola, onde os condenados terão a oportunidade trabalhar durante o cumprimento das suas sentenças. “A ideia é começar as obras em janeiro do próximo ano. Já estamos buscando parcerias público-privadas para a construção. Será uma penitenciária agrícola, com vaga para duas mil pessoas e essas pessoas vão poder trabalhar e sair de lá ressocializadas”.

Festival de Cirandas – Também como parte dos compromissos que teve em Brasília, na última quinta-feira, o governador José Melo disse que manteve encontros com empresas privadas para articular patrocínio para o Festival de Cirandas de Manacapuru e para o Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani). Segundo ele, a iniciativa privada deverá repassar R$ 1,5 milhão para o Festival de Cirandas, sendo R$ 500 mil para cada agremiação. Para o Fecani, o patrocínio privado deve alcançar R$ 500 mil.

A festa de inauguração/Foto: Roberto Carlos

A festa de inauguração/Foto: Roberto Carlos

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.