Amazonas Política

Valor destinado à Agricultura Familiar no AM é criticado na Assembleia Legislativa

Pequenos agricultores no Amazonas/Foto: Arquivo
Pequenos agricultores no Amazonas/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) anunciou, na segunda-feira (22), a liberação de R$ 28,9 bilhões para o Plano Safra da Agricultura Familiar 2015-2016. Para o Amazonas serão destinados cerca de R$ 200 a R$ 250 milhões para os pequenos agricultores, valor que foi criticado pelo deputado estadual Orlando Cidade (PTN), na manhã de ontem, na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas.
De acordo com o parlamentar, o maior Estado territorialmente da federação, serão destinados apenas R$ 250 milhões. “Isso é um absurdo, para um estado como nosso, onde muitos vivem da agricultura familiar. Precisamos unir forças para buscar mais recursos para as famílias que dependem desse segmento para sobreviver”, disse o deputado.

Outro assunto abordado pelo parlamentar foi a crise no setor cerâmico, que sofre com as consequências das cheias dos rios no Estado.

Segundo o Sindicato da Indústria de Olaria, nos últimos dias, três olarias, localizadas no município de Iranduba e Manacapuru, paralisaram as produções e ainda temem um caos maior caso as águas continuem subindo. “O problema enfrentado pelos ceramistas não é apenas com a cheia, existe também o problema da demanda pelos produtos que causou a retenção de 40% do estoque produzido nos cinco primeiros meses do ano”, lamentou Cidade.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.