Amazonas Esportes

Vasco demite Roth mas não anuncia provável substituto

Celso Roth fala pouco após demissão/Foto: Pedro Ivo
Celso Roth fala pouco após demissão/Foto: Pedro Ivo
Redação
Escrito por Redação

O Vasco ainda não sabe quem será o substituto de Celso Roth no comando do time. Após reunião no final da noite de ontem, sábado, a cúpula do futebol cruzmaltino não chegou a um consenso sobre o novo treinador e adiou a definição para hoje. Uma nova reunião está marcada.
Tão logo demitiram Roth, o presidente Eurico Miranda, o vice de futebol do clube, José Luiz Moreira, e o diretor Paulo Angioni começaram a pensar nos possíveis substitutos. A conversa se estendeu depois do Maracanã. Os três se reuniram em um restaurante na zona norte do Rio de Janeiro, mas não acharam um nome.

Uma das dúvidas dos comandantes vascaínos é sobre o perfil do novo técnico. Ao mesmo tempo que cogitam um treinador barato, repetindo o perfil de Doriva no início do ano, os dirigentes sabem que somente um nome de peso poderia trazer a mudança que o time tanto precisa.

O nome ideal entre os “medalhões” seria Oswaldo de Oliveira, mas Eurico, Zé Luiz e Angioni sabem que tal negociação não é das mais fáceis. Entre os novatos e baratos, Petkovic, atualmente no Criciúma, surge como uma possibilidade. Nada, porém, foi definido até a madrugada deste domingo.

Com pressa, e diante da necessidade de se iniciar um novo trabalho, a diretoria chegou a cogitar cancelar a folga da equipe neste domingo. A ideia era já apresentar o novo técnico e começar os treinamentos. O impasse da noite de sábado, no entanto, mudou os planos.

Pressionados, Eurico e seus pares esperam acertar com o novo comandante do time antes do treino de segunda-feira. A ideia é já ter uma definição para a preparação de olho no jogo contra o Flamengo, válido pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira.

Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso será no sábado (22), contra o Goiás, no estádio Serra Dourada. Em último lugar, com apenas 13 pontos, o Vasco precisa iniciar sua arrancada na competição e apresentar um aproveitamento digno de G-4 para escapar do temido terceiro rebaixamento em oito anos.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.